CPIs da Câmara tomam vários depoimentos nesta quinta-feira

Entre os depoimentos mais esperados está o do Presidente da Setal Engenharia, Augusto Mendonça Neto.
23/04/2015 07h05 - Atualizado em 23/04/2015 00h58
Foto: Reprodução/Internet

Fonte: Agência Brasil

As quatro comissões parlamentares de inquérito (CPIs) em funcionamento na Câmara terão reuniões nesta quinta-feira (23) para a tomada de depoimentos e para a votação de requerimentos. A CPI da Petrobras recebe para depoimento o presidente da Setal Engenharia e executivo da Toyo Setal, Augusto Mendonça Neto, a partir das 9h30. Inicialmente, o depoimento estava previsto para o último dia 14, mas foi adiado para amanhã a pedido da defesa do empresário.

Augusto Mendonça Neto, um dos delatores do esquema de corrupção da Petrobras investigado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal, confirmou que pagou propina aos ex-diretores da petrolífera Paulo Roberto Costa e Renato Duque. Segundo Mendonça Neto, a propina estava “institucionalizada” na gestão dos acusados.

A CPI encarregada de investigar denúncias sobre órteses e próteses também tem audiência pública amanhã para tomar os depoimentos de Jaime Cesar Moura Oliveira, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); Martha Oliveira, diretora-presidente substituta da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); João Gabbardo dos Reis, representante do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e Elton Chaves, representante do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). A reunião está marcada para as 9h.

A CPI do Sistema Carcerário reúne-se às 10h para a votação de requerimentos sobre convocações de depoentes, audiências públicas e diligências. Também a CPI da Violência contra Jovens Negros e Pobres reúne-se amanhã a partir das 9h30 em audiência pública para depoimentos de Renato Sérgio de Lima, vice-presidente do Conselho de Administração do Fórum Brasileiro de Segurança Pública; de Marcelo Batista Nery, representante do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP); e de Ângela Guimarães, vice-presidente da Secretaria Nacional da Juventude e representante da Metodologia Juventude Viva, além da votação de requerimentos.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso