25/05/2015 17h59 - Atualizado em 27/05/2015 13h25

Homem procurado por homicídio de adolescente é preso na Redenção

Caminhando em via pública foi reconhecido por parentes da vítima.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, apresentou na manhã desta segunda-feira, 25, Leandro do Carmo da Silva, 28, autor do homicídio da adolescente Amanda Cristina Bezerra de Araújo, que tinha 17 anos quando o crime aconteceu, no dia 11 de abril deste ano, na zona Sul de Manaus.

De acordo com a autoridade policial, o rapaz foi preso em via pública na manhã de sábado, 23, por policiais militares da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), quando caminhava pelo bairro Redenção, na zona Centro-Oeste da capital, e foi reconhecido por familiares da vítima, que acionaram a guarnição.

“Ao longo das investigações ouvimos testemunhas que afirmaram ter visto Leandro no local do crime. Por conta disso ele passou a ser procurado pela autoria do delito. Depois de matar a vítima Leandro sumiu da cidade. Após ser preso foi encaminhado ao 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e posteriormente conduzido à DEHS para prestar esclarecimentos sobre o caso”, explicou o delegado Ivo Martins.

A vítima foi encontrada sem vida por familiares, despida e com as mãos amarradas para trás, em um dos cômodos do apartamento onde morava, situado na Rua Adalberto Ferraz, no bairro Colônia Oliveira Machado, zona Sul.

“Leandro teria entrado no lugar pela abertura do ar-condicionado. Ao se deparar com a adolescente ele a amarrou, a asfixiou e quando já estava sem vida o rapaz abusou sexualmente dela. Após o crime Leandro fugiu de Manaus, retornando na sexta-feira, 22. Representamos um mandado de prisão temporária que foi expedido um dia após o crime”, declarou Martins.

Em depoimento, Leandro argumentou que teria fugido para o interior do Estado e percorreu muitos municípios, vivendo como mendigo. Ele ainda disse estar arrependido do que fez e pediu perdão aos familiares da vítima. “Eu tinha usado drogas a noite toda, estava com vontade de ficar com uma mulher e lembrei-me da Amanda. Fui ao apartamento dela e a matei, mas estou arrependido e vou pagar por isso”, disse Leandro.

Fonte: Da Redação

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505