15/05/2015 07h08 - Atualizado em 15/05/2015 00h08

Líder do Estado Islâmico convoca muçulmanos à luta

O áudio foi a primeira mensagem de Baghdadi após relatos da imprensa de que ele fora ferido no Iraque.
Foto: REUTERS
Foto: REUTERS

Fonte: Reuters

O Estado Islâmico divulgou um áudio nesta quinta-feira (14) atribuído ao seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, no qual ele pede para que apoiadores do grupo militante em todo o mundo se unam à luta na Síria e no Iraque, ou peguem em armas onde estiverem.

A Reuters não conseguiu verificar de forma independente a autenticidade do áudio ou sua data.

Foi a primeira mensagem de Baghdadi após relatos da imprensa de que ele fora ferido no Iraque. Alguns disseram que ele não era mais comandante do grupo militante, enquanto outros sugeriram até mesmo que ele tivesse morrido.

Na gravação, divulgada pelo sistema al-Furqan de distribuição de mídia do grupo e publicado em várias páginas na Internet, uma voz semelhante à de Baghdadi diz:

“Não há desculpa para qualquer muçulmano não migrar para o Estado Islâmico… Juntar-se (à sua luta) é um dever de todos os muçulmanos. Estamos convidando você a se juntar ou pegar em armas (para lutar) onde quer que esteja.”

Na mensagem, Baghdadi diz aos líderes da Arábia Saudita, que ele considera seus inimigos, que “seu fim está próximo”, acrescentando que os líderes do Golfo têm se sentido ameaçados pela crescente popularidade do Estado Islâmico entre muçulmanos sunitas.

A Arábia Saudita lidera uma coalizão de nações do Golfo para combater rebeldes xiitas houthis no Iêmen.

“Eles alegam que estão defendendo os sunitas… eles estão mentindo. É uma tentativa desesperada de barrar muçulmanos de se juntarem ao Estado Islâmico.”

O Estado Islâmico considera infiéis todos aqueles que se opõem ao grupo.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505