01/06/2015 17h58 - Atualizado em 1/06/2015 17h58

“Passo a Paço” terá segunda edição em outubro

Mais de 32 mil pessoas prestigiaram o evento que ocorreu nos dias 30 e 31 de maio.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Superando todas as expectativas, o projeto “Passo a Paço”, realizado pela Prefeitura de Manaus, no último final de semana, reuniu 32 mil pessoas no Paço da Liberdade e entorno da praça Dom Pedro II, no Centro. De acordo com dados da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), no sábado, 30, mais de 17 mil visitantes prestigiaram a feira gastronômica ‘O Mercado’, que marcou a primeira edição do projeto. Já no domingo, 31, o público foi de cerca de 15 mil pessoas. Com o sucesso do evento, sua segunda edição deve ocorrer em outubro, como parte das comemorações do Aniversário de Manaus.

O encerramento também marcou uma nova etapa nos trabalhos de revitalização do Centro Histórico de Manaus. “Foi um sucesso e que, sem dúvida, vai se repetir mais vezes”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto. “Agora, vamos planejar a revitalização de todas as fachadas da rua Bernardo Ramos, que também fazem parte desse rico patrimônio cultural, que é o centro da nossa cidade”, anunciou.

Ainda de acordo com o prefeito, a ideia é tornar o espaço uma referência de arte, gastronomia e diversão para toda a família. “Não tenho dúvida que alcançaremos o nosso objetivo de trazer a população de volta para o Centro Histórico, não somente para o comércio, mas também como opção de cultura e lazer”, reforçou. “Aqui está a nossa origem e é a partir daqui que moradores e turistas devem começar a conhecer a nossa história”, finalizou Arthur Neto.

Acompanhado da primeira-dama e secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Goreth Garcia Ribeiro, o prefeito foi homenageado pelos 35 chefs que participaram da feira gastronômica ‘O Mercado’, uma franquia do chef Henrique Fogaça, que acontece há três anos, em São Paulo, e que teve a primeira edição na Região Norte sendo realizada em Manaus.

Para o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, o “Passo a Paço” possibilitou ao morador de Manaus vivenciar uma das áreas pouco frequentada da cidade, que é o Centro Histórico. “O sucesso do evento reflete uma carência que o manauara tinha de uma opção de lazer com programação para a família toda e em um lugar bonito, seguro e bem localizado”, disse. De acordo ele, o pico de público nos dois dias foi próximo das 20h quando foram registradas a marca de mais de dez mil pessoas. No final dos dois dias, os números atualizados foram de 17 mil pessoas no sábado e 15 mil no domingo, superando em muito o público total estimado de 10 mil previsto para os dois dias.

Bernardo Monteiro confirmou que uma segunda edição do “Passo a Paço” será realizada ainda este ano. A previsão é que ocorra em outubro, junto com as comemorações do Aniversário de Manaus. “Vamos manter o formato que valoriza a gastronomia e os artistas locais, além da localização que é o nosso Centro Histórico”, afirmou.

Recorde
Além do recorde de público, os 35 chefs locais participantes da feira gastronômica “O Mercado”, franquia nacional assinada pelo chef Henrique Fogaça, também ultrapassaram as estimativas de vendas.

O empresário Mohara Rodrigues, da Amazonas Steak House, precisou aumentar a quantidade de refeições oferecidas para o segundo dia. “Somente nas três primeiras horas do sábado vendemos todo o estoque: 650 sanduíches. No segundo dia levamos 820 e vendemos tudo também antes do horário final. Estamos muito contentes com a organização e as vendas”, disse.

A proprietária do Mrs. Brownie & Co. vendeu mais de 1500 doces em sua barraca durante os dois dias. “Meu estoque simplesmente acabou. Se eu tivesse mais, acredito que teria vendido o dobro”, contou.

Artes integradas
Os quatro cantos ao redor do Paço da Liberdade foram preenchidos com arte durante o “Passo a Paço”, todas gratuitas.

Dentro do espaço cultural, os visitantes puderam conferir as exposições de longa e curta duração. O local também foi o destino do Sarau do Clube da Madrugada, realizado no sábado. Na praça Dom Pedro II, a Batalha de B-Boys mostrou a força da cultura hip hop.

No lado oposto ao Paço, foi montado um palco onde artistas locais soltaram a voz e animaram o público com estilos variados de música, desde o som regional de Nicolas Jr e Alaídenegão, passando pelo rock da Overload, entre outras atrações. Quem fechou o evento foi o cantor Elias Moreira. “Sobre o Passo a Paço só tenho a dizer que foi tudo lindo. Estou feliz demais e superagradecido por tudo. Cantar para vocês é sempre um grande prazer”, disse Elias nos momentos finais da apresentação.

Ao lado do palco, o público também pode prestigiar as montagens teatrais da programação da 9ª Mostra de Teatro do Amazonas, realizada dentro do Les Artistes Cafe Teatro. “Eu nunca tinha entrado no Café Teatro e achei lindo o lugar, além da ótima qualidade das peças teatrais”, disse a administradora Maria Cunha, 34.

O “Passo a paço” tirou de casa até os vizinhos, moradores do Centro que nunca tinham conhecido aquela área da cidade. “Apesar de morar aqui perto, não conhecia o Paço e nem essa região, achava perigosa. Mudei de ideia, achei o museu lindo, a praça tranquila e adorei a organização do evento”, disse a designer e professora Mirela Souza, 32.

Para o promotor de eventos, Kimo Monteiro de Paula, 39, o diferencial foi a programação variada. “Já vi eventos, como festival de rock que tinha antigamente, mas um projeto com a união de arte e gastronomia, foi a primeira vez. Trouxe minha família para este passeio e gostei muito”, afirmou.

Fonte: Da Redação

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505