10/06/2015 17h36 - Atualizado em 10/06/2015 17h36

Projeto leva oficina sobre os ‘rios voadores’ para professores de Carauari

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Projeto Rios Voadores colaborou, entre 2007-2012, com cientistas brasileiros que pesquisam a importância do vapor de água transpirado pelas árvores da Floresta Amazônica no abastecimento dos recursos hídricos brasileiros. Essa semana, a equipe do projeto chega a Carauari para capacitar professores da rede pública sobre o tema e sua relação direta com a floresta. As imensas massas de vapor de água que viajam pelo céu, levadas pelos ventos, respondem por boa parte da chuva que cai na Amazônia e em outras partes da América do Sul.

As oficinas rios voadores a serem realizadas em parceria com a Coordenaria Regional de Educação de Carauari, do governo estadual, e da Secretaria Municipal de Educação de Carauari, acontecerão em dois turnos (às 08h e às 13h) no próximo dia 10 de junho, no auditório ETI Sérgio Rufino de Oliveira, Rua Jorge Alves 580, no Centro.

Patrocinado pelo Petrobras desde 2007, através o Programa Petrobras Socioambiental, o Projeto Rios Voadores começou com ações de pesquisa científica ao coletar amostras de vapor de água em voos realizados acima da floresta amazônica em um pequeno monomotor. As amostras foram analisadas por cientistas do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA) em Piracicaba-SP. Há ainda uma parceria de longa data com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

Atualmente, o projeto se dedica à educação ambiental, trabalhando junto às Secretarias de Educação em vários estados do país para inserir a temática em sala de aula através da capacitação de professores de ciências e geografia.

Investir nos professores e educadores é um meio de difundir conhecimentos sobre o fenômeno meteorológico conhecido popularmente como “rios voadores”, como também sobre a importância da preservação da Floresta Amazônica e sua influência sobre o regime de chuvas local e nacional. Os participantes se tornam multiplicadores de conteúdo e informação.

Desde 2010, o projeto capacitou 3.530 professores, alcançando mais de 580.000 alunos pelo país afora. Em 2015, além de Manaus onde as oficinas foram realizadas em maio, as cidades do Amazonas também inseridas no programa são Carauari, Coari e Tefé. As oficinas serão ministradas pela professora Aurelice Vasconcelos, sob coordenação do aviador e coordenador do projeto, Gérard Moss.

Fonte: Da Redação

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505