30/06/2015 17h00 - Atualizado em 30/06/2015 17h00

Trio é preso no Centro de Manaus enquanto vendiam drogas

Um dos criminosos estava sendo investigado desde o início do ano.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

Na tarde da última segunda-feira (29) a Polícia Civil prendeu, em flagrante, Robert Klinger de Oliveira Pimentel, 21, Geise da Silva de Souza, 24, e Alexandro de Vasconcelos Barbosa, 19, no Centro de Manaus. Eles são acusados de vender drogas naquela região.

De acordo com o delegado titular da 3ª Seccional Leste, Pablo Geovanni, Robert estava sendo investigado desde o início deste ano pela prática ilícita. Durante a ação policial, ele foi interceptado na companhia de Alexandro em via pública, no Centro de Manaus. Eles foram abordados pelos investigadores da Polícia Civil no momento em que estavam comercializando entorpecentes.

“Tivemos a informação de que a dupla estaria no local e montamos campana para observar a movimentação. Quando constatamos a comercialização das substâncias ilícitas efetuamos as prisões em flagrante. Com eles foi apreendida uma porção grande de maconha. Em seguida nos deslocamos para a residência de Geise, envolvida no esquema ilícito”, explicou Geovanni.

Ainda conforme a autoridade policial, Robert e Geise passaram a comandar o tráfico de drogas no lugar após a prisão do companheiro dela, Edney Sandro Sabóia Vasconcelos, 33, efetuada por integrantes do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) no dia 20 de março deste ano. Na ocasião, foram apreendidos com o infrator 150 kg de drogas. O fato ocorreu no bairro Novo Aleixo, zona Norte.

Geise foi presa por volta das 17h de segunda-feira, 29, no Loteamento Jardim Parque Mauá, bairro Mauazinho, zona Leste, onde morava com Robert. No imóvel foram encontradas duas porções grandes de pasta base de cocaína. “Ela também foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Já tínhamos o conhecimento da participação dela na venda dos entorpecentes”, relatou o delegado.

Durante a coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira, 30, na sede da 3ª Seccional Leste, o delegado Pablo Geovanni informou que Robert era considerado foragido da Justiça. Ele tinha um mandado de prisão em nome dele em aberto por roubo majorado, ocorrido no dia 15 de janeiro deste ano. O documento foi expedido no dia 23 de janeiro, pelo juiz de Direito Eliezer Fernandes Júnior, da 2ª Vara Criminal.

“Robert praticou o delito no bairro São José, zona Leste, com o auxílio de dois comparsas. Na época, um segurança de uma empresa privada que foi abordado pelos três no momento que estava na residência de um amigo. Os infratores estavam com uma pistola 380. Na ocasião o trio conseguiu levar da vítima uma motocicleta XRE 300 de cor branca e placa OAF-4702, dois celulares, R$ 350 em espécie, além de outros objetos de menor valor”, informou Geovanni.

O trio foi conduzido à unidade policial, onde foi autuado por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ainda conforme o delegado Pablo Geovanni, Robert irá responder também por falsidade ideológica, pois durante as investigações foi comprovado que ele utilizava outra identidade na intenção de dificultar o trabalho da polícia.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505