14/07/2015 16h31 - Atualizado em 14/07/2015 16h31

Alunos do ensino infantil vão às compras e aprendem sobre educação fiscal

Cerca de 20 alunos do Centro Municipal de Educação Abelhinha participaram da aula.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um grupo de cerca de 20 alunos do Centro Municipal de Educação (Cmei) Abelhinha, localizado no Coroado, zona Leste, participou, na manhã desta terça-feira, 14, de uma aula diferente, com o tema Educação Fiscal. Ao invés da sala de aula convencional, o local de aprendizado foi um supermercado do bairro. Nele, as crianças compraram produtos, foram ensinadas a exigir nota fiscal e depois aprenderam sobre os tributos embutidos nos preços de cada item comprado e para onde é destinada a verba arrecadada.

A ação faz parte do projeto Criança Cidadã, desenvolvido na unidade de ensino e que aborda além de educação fiscal, valores como preservação ao meio ambiente, amor à pátria e respeito aos idosos. O evento teve início, nesta terça-feira, 14, com uma palestra para os pais e termina na sexta-feira, 17. De acordo com a diretora da escola, Regina Coeli, a atividade visa formar cidadãos do futuro.

“O objetivo é ensiná-los a pedir nota fiscal e depois ensinar para onde vai o dinheiro dos tributos que pagamos em cada compra. Eles precisam aprender porque são futuros consumidores. O mais importante é eles entenderem que esse dinheiro tem um fim, que é o recolhimento do imposto e depois é rateado para vários setores: educação, saúde, segurança”, explicou.

“Nós trabalhamos com o lúdico e temos resultados positivos em ações como esta, mostrando vídeos, e eles entendem muito bem. Eu sei que para muitos parece que não há aprendizado, mas eu tenho experiência de que há. Quando eles forem às compras com os pais, eles vão exigir o cupom fiscal. Isso é fantástico. Esse é o caminho: a criança ensinando o pai e não o contrário”, avaliou Regina, destacando que os pais também foram beneficiados com o ensinamento.

A promotora de vendas Patrícia Tavares acompanhou a filha, a pequena Eduarda, de cinco anos, na visita ao supermercado. Ela disse que aproveitou para comprar alguns produtos que estavam faltando em casa e confessou que antes de assistir a palestra sobre educação fiscal na escola, não solicitava nota e nem sabia a importância dessa ação.

“Eu nunca pedia nota fiscal, mas agora eu adquiri o costume para saber quanto eu pago de imposto. Isso eu aprendi na escola da minha filha durante a palestra. Eu estou aprendendo aos poucos sobre isso e ensinando minha filha sobre cidadania. Agora, sempre que ela for comprar alguma coisa, vou exigir o cupom fiscal”, garantiu.
Eduarda, com a sacola cheia de chocolate e bombons, disse que foi ao supermercado comprar leite. “Eu comprei o leite e já peguei o cupom fiscal. Vou levar para escola e fazer nescau”, disse.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505