13/07/2015 09h44 - Atualizado em 13/07/2015 09h44

Após “Operação Pescador”, roubos e furtos reduzem em 61%

A ação policial foi realizada na última sexta-feira (10).
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

A primeira fase da “Operação Pescador”, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), resultou na redução de 61% dos roubos e furtos no horário da ação em toda a capital. No período entre 18h às 1h desta sexta-feira (10 de julho), cerca de 180 servidores, policiais civis e militares utilizando viaturas descaracterizadas realizaram quase 1.000 abordagens, segundo balanço divulgado pelo órgão nesta tarde.

Para o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, a ação se mostrou efetiva tanto na redução dos crimes como também no fator surpresa com a utilização das viaturas descaracterizadas. “O objetivo dessa operação é combater essa microcriminalidade que tanto tem incomodado o cidadão da nossa cidade e também tirar a comodidade do potencial infrator que só espera ser abordado por viaturas e policiais caracterizados”, disse.

A primeira fase da “Operação Pescador”, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), resultou na redução de 61% dos roubos e furtos no horário da ação em toda a capital. No período entre 18h às 1h desta sexta-feira (10 de julho), cerca de 180 servidores, policiais civis e militares utilizando viaturas descaracterizadas realizaram quase 1.000 abordagens, segundo balanço divulgado pelo órgão nesta tarde.

Para o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, a ação se mostrou efetiva tanto na redução dos crimes como também no fator surpresa com a utilização das viaturas descaracterizadas. “O objetivo dessa operação é combater essa microcriminalidade que tanto tem incomodado o cidadão da nossa cidade e também tirar a comodidade do potencial infrator que só espera ser abordado por viaturas e policiais caracterizados”, disse.

Nessa primeira fase da “Operação Pescador” todo o efetivo empregado foi formado por policiais Civis e Militares, que atuam nos órgãos vinculados à SSP-AM, como Corregedoria Geral, Ouvidoria Geral, Secretarias Executivas Adjuntas de Inteligência (Seai), de Operações (Seaop), de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (Seagi) e Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (Iesp). “A Secretaria de Segurança foi toda empenhada, tirando até mesmo policiais que atuam em funções administrativas para que eles possam somar nessa grande operação, onde estamos dando uma resposta para a sociedade contra esse tipo de crime que tanto incomoda o cidadão”, disse Sérgio Fontes.

Segunda fase – A segunda fase da Operação será realizada com o efetivo das Polícias Civil e Militar, com a coordenação da SSP-AM. “Estamos dando o start inicial da ação, que terá continuidade com as ações das nossas polícias, seguindo a determinação do governador José Melo, que é dar tranquilidade para a nossa população e tirar a facilidade de infratores que perturbam a rotina da nossa cidade”, afirmou.

Toda a ação foi acompanhada em tempo real no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), onde on line, por meio do aplicado Take Vista, cedido pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), os policiais repassaram as informações para georeferenciamento da Operação. “Com esse aplicativo, conseguimos mapear todos os pontos da operação e as abordagens, assim como registrar as imagens dos veículos abordados”, disse Sérgio Fontes.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505