27/07/2015 08h47 - Atualizado em 27/07/2015 08h47

Homem suspeito de mandar matar o próprio pai é preso

O crime teria ocorrido no dia 13 de dezembro de 2013.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

Um homem identificado como Rildo Silva do Nascimento, 32, foi preso, na tarde da última sexta-feira (24), por policiais civis. O homem é apontado como mandante do homicídio do pai dele, o aposentado Jair Leocácio do Nascimento, ocorrido no dia 13 de dezembro de 2013, e autor de uma tentativa de homicídio contra o comparsa dele, Sheime Souza dos Santos, 25, em 28 de junho deste ano.

Rildo foi preso na tarde de ontem, dia 24, por volta das 16h, em uma quitinete na Rua Padre Anchieta, bairro Redenção, zona Centro-Oeste da cidade, após denúncia anônima. Os policiais se deslocaram até o local informado para averiguar a veracidade da informação, e obtiveram êxito na prisão do homem.

O mandado de prisão por homicídio foi expedido no dia 10 de fevereiro do ano corrente, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, do Plantão Criminal. Rildo encomendou do amigo Sheime a morte do pai dele. Na ocasião, o aposentado foi morto na residência dele, situada na Rua Arruda, bairro João Paulo 2, zona Leste da cidade, com mais de trinta facadas.

Em abril do ano passado, Sheime foi preso por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) pela autoria da morte do idoso. Ele declarou, em depoimento, que a ideia de Rildo era matar o pai, vender a casa do aposentado e ficar com o dinheiro. Para a execução do serviço o filho da vítima teria dado a ele a quantia de R$100 em espécie, uma faca e a chave da casa de Jair para ser colocado em prática o plano.

O segundo mandado em desfavor de Rildo foi expedido no dia 13 de julho de 2015, pelo juiz Luiz Alberto Nascimento, da 3ª Vara do Tribunal de Júri, pela tentativa de homicídio contra o comparsa Sheime. O crime ocorreu no dia 28 de junho deste ano, após um desentendimento entre eles. Sheime foi alvejado com três disparos efetuados por Rildo. Um dos tiros atingiu a coluna da vítima a qual ficou paraplégica.

De acordo com os policiais do 27º DIP, durante a troca de tiros, Sheime também efetuou três tiros contra Rildo que ficou ferido, no entanto não procuro nenhuma unidade hospitalar. Rildo informou que não foi a um pronto socorro para não ser preso.

Rildo, que já responde a cinco processos, sendo duas ameaças, um porte ilegal de arma de fogo, um roubo e um tráfico de drogas, foi indiciado pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. O homem foi conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505