02/07/2015 09h10 - Atualizado em 5/05/2016 03h37

MP-AM vai apurar denúncia de fraude no Festival de Parintins

Apuração é baseada em áudio que mostra um suposto acordo para favorecer o Caprichoso.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado (MP-AM) abriu um Procedimento Investigatório Criminal (n° 002/2015) para apurar denúncias de fraude no resultado do 50º Festival Folclórico de Parintins. A informação foi publicada no Diário Oficial do órgão, nesta quarta-feira.

No último dia 28, antes de sair o resultado do festival, começou a circular nas redes sociais um áudio de uma interceptação telefônica em que pessoas ligadas ao Boi-Bumbá Caprichoso, aparentemente, tratam de acordos com os jurados para favorecer o boi, que acabou vencedor do festival.

De acordo com a portaria de abertura do procedimento, assinada pelos promotores de Justiça Flávio Silveira e Yara Rebeca de Paula, também será apurado a uso indevido do dinheiro público que financia o festival – já que parte dos recursos que o boi arrecada vem da parcela de convênios com o Governo do Estado para incentivo a cultura. O MP-AM, ainda segundo a portaria também vai apurar a prática de interceptação telefônica sem autorização judicial.

Em um trecho do vídeo divulgado no último dia 27, o suposto responsável pelo acordo com os jurados, identificado apenas como ‘Kid’, conversa com o artista e teatrólogo do Caprichoso, Chico Cardoso e diz: “o cara que está vindo de Brasília também do C (bloco) da Cláudia. A gente encaixou o cara de Alagoas, e ela encaixou o cara de Brasília em um bloco. E possivelmente vai estar com a gente no C. Então a porrada é assim. Eu falei 10, 9,5 e 9,0. A instrução foi essa, porrada lá (garantido), e pra cá (caprichoso) a gente fica de boa. Ficam duas notas no A e no C, e pode correr pro título mano, segunda-feira”. Os dois jurados que Kid cita são David Farias de Alagoas e Alda Lúcia Monteiro de Souza de Brasília ambos jurados do Bloco C, na avaliação do festival.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505