27/07/2015 12h35 - Atualizado em 27/07/2015 12h35

Tropas da Turquia bombardeiam aldeia próxima da Síria

O alvo seriam combatentes curdos.
Foto: Chris Hondros (Getty Images)
Foto: Chris Hondros (Getty Images)

Tropas da Turquia bombardearam uma aldeia perto da fronteira com a Síria no domingo à noite e os alvos eram combatentes curdos que têm lutado contra o Estado Islâmico (EI), disse o líder da milícia curda na Síria nesta segunda-feira. O governo turco, no entanto, negou que tenha atacado tropas curdas. A milícia curda informou também que o bombardeio na aldeia fronteiriça de Til Findire atingiu um dos seus veículos. A aldeia fica ao leste da cidade de fronteira Kobani, onde os curdos derrotaram os jihadistas do grupo Estado Islâmico e retomaram a região. Os ataques da Turquia, que começaram na sexta-feira, têm como alvo tanto os combatentes curdos quanto os extremistas do EI.

Os curdos estão entre as forças terrestres mais eficazes no combate contra o Estado Islâmico, mas a Turquia teme que eles poderiam reviver a intenção de se rebelar contra o governo de Ancara em busca de um Estado independente. O Curdistão é uma área que abrange a Turquia, a Síria, o Iraque e o Irã. No Iraque, os curdos têm certa autonomia política, mas ainda assim respondem ao governo central de Bagdá. Nos demais países, o território do Curdistão não é reconhecido e a Turquia já sofreu diversos atentados de extremistas curdos que lutam pela independência.

Também nesta segunda, a polícia turca invadiu casas no bairro de Haci Bayram, em Ancara, e deteve ao menos quinze pessoas suspeitas de ligações com o Estado Islâmico, incluindo cidadãos estrangeiros. A Turquia iniciou na última sexta-feira ataques aéreos contra os jihadistas na Síria e posições dos rebeldes curdos no Iraque. As forças de segurança também prenderam centenas de pessoas com suspeita de ligações com os extremistas.

No domingo, a Turquia convocou uma reunião com seus aliados da Otan para discutir as ameaças à sua segurança, bem como os ataques aéreos.

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505