03/08/2015 14h47 - Atualizado em 3/08/2015 14h47

Concultura promove seminário “Manaus em Debate” a partir desta segunda-feira (3)

O evento ocorre em vários bairros da cidade
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Conselho Municipal de Cultura (Concultura) inicia esta segunda-feira, 3, mais uma etapa do seminário “Manaus em Debate”, que ocorre nos bairros da cidade. Realizado há três anos, o projeto, que tem apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), proporciona a estudantes e à comunidade em geral, com intermédio de profissionais renomados, uma discussão de temas voltados à história e cidadania. Ao longo dessa semana, o seminário vai ocorrer na Aldeia do Conhecimento Profª Ruth Prestes Gonçalves, das 15h às 17h, com entrada gratuita.

O presidente do Concultura, Márcio Souza, explica que todos os palestrantes são especialistas na área e possuem um olhar crítico sobre a arte, cultura e urbanidade da cidade, além de contextualizar os temas com a história da região amazônica. “Queremos discutir Manaus, fazer as pessoas observarem o que está ocorrendo ao seu redor. E, apesar de ser dentro da escola, não é um evento só para estudantes: vão os pais, amigos e vizinhos durante a semana toda. Na última edição, tivemos uma plateia de 500 pessoas por dia”, disse Souza.

Professor há 47 anos, o poeta, músico e vice-presidente do Concultura, Celdo Braga, leva sua experiência de sala de aula aliada ao conhecimento artístico para o seminário. Ele é um dos palestrantes e apresentará uma temática voltada ao som e aos elementos amazônicos. “Qual a relação das pessoas de hoje com a sua cidade? Isso me pertence, isso se parece comigo? Antigamente era assim, como está hoje? Essa reflexão é que queremos provocar”, disse Celdo Braga.

O seminário ocorre durante cinco dias, cada dia com um tema e duas horas de duração. A abertura fica por conta de Celdo Braga, com o tema “Conexão poética e sonora com elementos da Amazônia”. Nos dois dias seguintes, a historiadora, jornalista e professora Etelvina Garcia apresenta “Manaus, da Colônia ao Império” e “Manaus, do Império à República”, respectivamente. No penúltimo dia de seminário, o professor e doutor em Engenharia de Transportes Geraldo Alves aborda o tema “Manaus, do encanto do bonde à dureza do mototáxi: sujeitos e suas ações”. Já no último dia, o “Manaus em Debate” conta com uma apresentação teatral e distribuição de uma revista em quadrinhos que conta a história de Manaus. “Ao final de cada exposição, há um bate-papo com a plateia para discutir o tema abordado”, reforça Márcio Souza.

No período de 17 a 31 de agosto, o seminário “Manaus em debate” será realizado no Instituto de Educação do Amazonas (IEA) e, entre 31 de agosto e 4 de setembro, ocorrerá no Centro de Educação Integrada Profª Cinthia Régia Gomes.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505