10/08/2015 15h31 - Atualizado em 10/08/2015 15h31

Fiocruz Amazônia será posto de vacinação na Campanha contra Poliomielite

A instituto estará funcionando das 8h às 17h deste sábado (15)
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Para colaborar com o alcance das metas da Campanha Nacional de Imunização contra a Poliomielite, realizada, anualmente, pelo Ministério da Saúde, o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) realizará, no dia 15 de agosto deste ano, de 8h às 17h, na sede da Fiocruz Amazônia, o ‘Fiocruz pra você’. O evento de promoção à saúde que faz parte da Campanha Nacional de Imunização contra a Poliomielite.

Serão ofertadas 400 doses da vacina para crianças de 06 meses a cinco anos. Durante o evento, além da vacinação a crianças de 06 meses a 5 anos, a Fiocruz Amazônia oferecerá um dia inteiro de programação artístico-cultural, com música, teatro, pintura facial, brincadeiras e uma mostra científica em um espaço lúdico de interação entre a instituição e a sociedade.

O ‘Fiocruz pra você’ é um evento anual que busca integrar a sociedade com a instituição. Em 2014, 264 crianças foram vacinadas contra a poliomielite e mais de 600 pessoas participaram das atividades promovidas pela Instituição. Neste ano, a Fiocruz Amazônia busca imunizar 400 crianças e oferecer uma programação de atividades para, no mínimo, 750 pessoas.

Além das atividades para as crianças, a Fiocruz Amazônia promoverá ainda ações de aferição de pressão arterial e glicemia, higienização bucal e orientações quanto à prevenção de doenças.

A vacina contra a poliomielite é a principal estratégia recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para combate à doença. A poliomielite é uma doença viral que ataca o sistema nervoso, pode provocar a paralisia e levar à morte. Ela é causada pelo poliovírus (sorotipos 1, 2, 3) que infecta crianças e adultos por via oral, contato com secreções expelidas pela boca de pessoas infectadas ou fezes contaminadas.

Segundo a OMS, o Brasil está livre do vírus desde 1989. Porém, em 2014, o órgão detectou no País o poliovírus selvagem tipo 1, que causa a poliomielite, durante coleta de amostras realizadas em março, do mesmo ano, no sistema de esgoto do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo. Na época, o Ministério da Saúde classificou o caso como um “achado eventual”. Atualmente, a vacinação é a principal prevenção contra a doença.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505