13/08/2015 14h00 - Atualizado em 13/08/2015 22h46

Ministério Público investiga condições de funcionamento de escola no Lírio do Vale

Há uma praga de pombos no local e os ar condicionados não funcionam.
Foto: Inset Hunter
Foto: Inset Hunter

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) está sendo investigada por denúncia de má condição de funcionamento da Escola Municipal Senador Fábio de Pereira Lucena Bittencourt, localizada no bairro Lírio do Vale, Zona Oeste da capital.

A informação está publica no Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), do último dia 12 de agosto.

O procedimento Preparatório de investigação é o de nº 475/2015 e tem o objetivo de apurar o não funcionamento dos condicionadores de ar da unidade de ensino, bem como a existência de uma praga de pombos no local, que pode trazer graves conseqüências de saúde aos alunos da escola.

O órgão ministerial enfatiza na publicação que “é preciso averiguar as condições físicas e materiais da unidade de ensino para saber se atendem à mínima dignidade da pessoa humana”.

A promotora responsável pelo procedimento é Renata Cintrão Simões de Oliveria, que assinou a publicação no último dia 7 deste mês.

Risco
As fezes dos pombos transmitem inúmeras doenças, como parasitoses intestinais, alergias, pulgas, piolhos e por meio da inalação, a meningite fúngica.

Segundo pesquisas, quando é inalado o fungo presente nas fezes dessa ave nosso organismo se encarrega de eliminar, mas quando isso não acontece, ocorre uma forma de meningite que pode ser fatal.

O homem deve evitar o contato com pombos. Não pode dar comida à eles, já que fazendo isso são oferecidas condições propícias para os animais.

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505