11/08/2015 08h09 - Atualizado em 5/05/2016 03h44

Órgãos de Segurança assinam termo para capacitação de policiais no interior do Amazonas

Projeto oferecerá cursos para servidores dos 61 municípios do AM

Representantes de órgãos do Sistema de Segurança Pública do Amazonas (Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros) assinaram, nesta segunda-feira (10), o Termo de Abertura do Projeto de Capacitação Presencial com Mediação Tecnológica, que irá ministrar cursos para servidores que atuam nos 61 municípios do interior do Estado.

A meta é levar cursos para cerca de 30% do efetivo. Para isso, a SSP-AM, conforme explicou o secretário Sérgio Fontes, utilizará a ferramenta de educação à distância, com aulas ministradas em formato de teleconferência, por meio do Centro de Mídias de Educação do Amazonas, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), localizado no Japiim, zona centro-sul. “A estrutura dos estúdios de TV e das transmissões via satélite serão utilizadas para que os professores e especialistas ministrem os cursos”, disse.

Os temas que serão abordados no curso são: Polícia cidadã- Ética e Cidadania, Problemas e desafios da atividade policial e policiamento comunitário, Vulnerabilidade da Criança e Adolescente, com foco na legislação especial (ECA) e rede de proteção, Violência contra a pessoa idosa (legislação especial – estatuto do idoso), Violência doméstica e familiar contra a mulher (legislação especial – Lei Maria da Penha) e Segurança do transporte motociclístico (legislação especial de trânsito, abordagem e prevenção de acidentes).

O termo foi assinado pelo secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, o delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Orlando Amaral, o comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Gilberto Gouvêa, e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, coronel Fernando Sérgio Luz. O projeto foi desenvolvido e será coordenado pelo Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (Iesp).

Cada cidade terá uma escola sede, onde os alunos policiais e bombeiros estarão reunidos para receberem o conteúdo que será ministrado por um professor em Manaus, através de teleconferência. “Decidimos dividir turmas e desenvolvermos o curso, que possui duração de dois meses, para pequenos grupos. A decisão foi tomada para não prejudicar a capacidade operacional dos municípios, já que a carga horária exige a participação dos policiais em vários dias da semana”, explicou Sérgio Fontes.

O curso de capacitação será desenvolvido de 31 de agosto a 30 de outubro, com carga horária de 26 horas, e terá o nível básico introdutório dos Procedimentos Operacionais Padrão (POP). “Nosso objetivo principal é melhorar a qualidade dos serviços dos policiais e bombeiros, no sentido de buscar a excelência no desempenho de suas funções, alcançando os resultados esperados”, disse.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505