05/08/2015 08h53 - Atualizado em 5/08/2015 08h53

Polícia Federal cogita investigar repasses eleitorais a filho de Dirceu

Foto: Veja
Foto: Veja

A Polícia Federal cogita investigar as doações eleitorais recebidas pelo deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), filho do ex-ministro José Dirceu, para saber se recursos repassados por operadores do petrolão tiveram origem no esquema de corrupção investigado na Operação Lava Jato. De acordo com o ex-executivo da construtora Engevix Gerson Almada, investigado na Lava Jato, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o lobista Milton Pascowitch pediram que a empresa fizesse doações a petistas, entre os quais Zeca Dirceu. Houve ainda doações para o parlamentar vindas do irmão de Pascowitch, José Adolpho, e do executivo Julio Camargo. Os três são delatores do petrolão. “O que a gente tem visto é a repetição de um padrão segundo o qual as doações oficiais eram feitas como retorno por contratos e licitações. Pode ser que seja pagamento de corrupção travestido de doação legal”, diz o delegado Igor Romário de Paula, que atua na Lava Jato.

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505