31/08/2015 19h31 - Atualizado em 31/08/2015 19h31

Prefeitura lança Bolsa Pós-Graduação com oferta de mais de 1,2 mil vagas

As incrições começam na próxima quarta-feira, 2 de setembro
Foto: Mario Oliveira
Foto: Mario Oliveira

Estudantes de baixa renda de Manaus que já possuem graduação agora terão a oportunidade de cursar especialização em nível de pós-graduação lato sensu na modalidade de ensino presencial por meio de bolsas de estudo, de maneira similar ao que acontece com o Programa Bolsa Universidade (PBU). As inscrições para o Programa Bolsa Pós-Graduação (PBPG), lançado nesta segunda-feira, 31, pela Prefeitura de Manaus, começam na próxima quarta-feira, 2 de setembro, com oferta de 1.264 vagas em cinco Instituições de Ensino Superior (IES).

O edital com os critérios do PBPG será publicado em edição do Diário Oficial do Município (DOM). Um dos principais requisitos aos interessados, de acordo com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), é a renda familiar máxima de até dois salários mínimos e meio – ou seja, o somatório das rendas financeiras de todos os moradores da residência do candidato, dividido pelo número de pessoas que vivem na residência, não poderá ultrapassar a faixa de R$ 1.970.

Outro item previsto no edital é que o estudante ainda não tenha nenhum tipo de especialização, além de ser morador da capital. As instituições que aderiram ao programa foram Universidade Nilton Lins, Martha Falcão, Faculdade Salesiana Dom Bosco, Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) e Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM). Durante o período de inscrições, que iniciam no dia 2 de setembro e seguem até o dia 13, os interessados terão opções de bolsas de 100%, 75% e 50%.

“É um programa novo, que vai elevar a inclusão socioeducacional para outro grau. Temos o Programa Bolsa Universidade, com o qual o estudante tem a oportunidade de fazer uma graduação. Agora, com o Bolsa Pós-Graduação, as pessoas vão poder fazer uma especialização e, com isso, se tornarem mais competitivas no mercado de trabalho”, avalia a diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, que esteve presente na solenidade realizada na tarde desta segunda-feira, no Palácio Rio Branco, Centro de Manaus.

Representando o Prefeito de Manaus na solenidade, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Wilker Barreto, destacou que o Parlamento ficou contente com o Executivo Municipal pelo cumprimento de uma promessa. “Hoje estamos semeando bons profissionais e investindo na mão-de-obra local. Vamos ter pessoas graduadas, falando outros idiomas e com especialização. Isso em uma economia no porte de Manaus, que tem um Polo que requer mão-de-obra qualificada”, afirma o parlamentar.

O Programa Bolsa Pós-Graduação foi instituído pela Lei n.º 1.933 de 19 de novembro de 2014 e pela Lei n.º 1.934 de 19 de novembro de 2014, também conhecida como Lei de Isenção de Tributos Municipais.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505