30/09/2015 17h18 - Atualizado em 30/09/2015 17h18

Auxiliar de serviços gerais é preso por envolvido na morte de adolescente

O criminoso foi preso após denúncias anônimas.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

A Polícia Civil, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu na última terça-feira, dia 29, por volta das 17h, nas dependências de uma universidade situada na Avenida General Rodrigo Otávio, bairro Coroado 1, zona Leste, o auxiliar de serviços gerais Leonis Raimundo Ribeiro, 31, envolvido no homicídio de um adolescente de 17 anos, ocorrido no dia 15 de março de 2014.

O delegado titular da especializada, Ivo Martins, falou sobre o caso na manhã desta quarta-feira, dia 30, durante coletiva de imprensa realizada na unidade policial. Ele informou que a equipe de investigação chegou até Leonis após o recebimento de denúncia anônima feita no mês de agosto deste ano, informando que o infrator trabalhava em uma cozinha industrial que presta serviço a uma universidade no Estado.

“Logo após o recebimento da denúncia, os policiais iniciaram as diligências e na tarde de ontem efetuaram a prisão de Leonis, que não demonstrou qualquer tipo de resistência. Na delegacia ele confessou participação no crime”, explicou a autoridade policial.

Ainda conforme Ivo Martins, o caso já pode ser considerado elucidado, pois a equipe da DEHS já havia efetuado as prisões de outros dois envolvidos no delito, que agiram em parceria com Leonis. Aldenei da Silva de Souza, 26, conhecido como “Peixeiro” e Romário Vaz da Silva, 21, foram presos em cumprimento a mandados de prisão nos meses de julho e outubro de 2014, respectivamente.

“O quarto envolvido, identificado como Kleber Monteiro Ribeiro, foi morto dois meses após o homicídio do adolescente Rilberth Kelvison da Silva Pena. Acreditamos que o homicídio esteja relacionado à participação dele no crime”, esclareceu Martins, informando que o infrator tinha 24 anos na época em que a execução aconteceu.

Sobre as circunstâncias do crime, o titular da DEHS disse que o adolescente Rilberth Kelvison estava dormindo na residência onde morava, localizada na Rua Penetração 4, Conjunto Amazonino Mendes, bairro Novo Aleixo, zona Leste, no momento em que os quatro indivíduos invadiram o imóvel e desferiram, aproximadamente, 10 facadas no tórax dele, que foi à óbito ainda no local.

“Todos os envolvidos eram considerados usuários de drogas. A partir do trabalho investigativo que realizamos chegamos à conclusão de que a morte do adolescente esteja relacionada ao tráfico de entorpecentes na cidade”, afirmou o delegado.

Os mandados de prisão em nome de Leonis, Aldenei e Romário foram expedidos pelo juiz Mauro Moraes Antony, que na época atuava na 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Leonis foi indiciado por homicídio qualificado e, após os procedimentos cartorários, será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505