17/09/2015 12h48 - Atualizado em 17/09/2015 12h48

Campanha de Combate à Exploração Sexual aumenta em mais de 3000% número de denúncias

Em Manaus, de janeiro a agosto deste ano, 438 casos foram registrados.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), a Campanha Municipal de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes tem impulsionado a população a denunciar casos de violação de direitos. De janeiro a agosto deste ano, 438 casos foram registrados pela Central de Recebimento de Denúncias da Semmasdh, 423 a mais em comparação com todo o ano de 2013, quando a campanha começou. O número representa um salto de 3.129% no número de casos recebidos pelo Disque Direitos Humanos e Disque Denúncia, mantidos pela prefeitura.

O aumento do número de denúncias é uma das metas da campanha, que desde 2013 chama a atenção da população para a importância de denunciar qualquer violação de direitos. Segundo o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), órgão responsável pela fiscalização dos conselhos tutelares, a campanha existente em Manaus deixou a população mais atenta. Segundo a presidente do CMDCA, Gecilda Albano, todos os dias conselheiros tutelares acompanham os casos repassados pelo disque 100, Disque Direitos Humanos (0800 092 6644) e Disque Denúncia (0800 092 1407).

“A campanha ajudou a população a ter mais consciência de que toda criança e adolescente têm direitos que precisam ser preservados. Antes, muita gente ficava calada diante de qualquer violação, por medo ou por não saber como denunciar. Hoje, com toda a publicidade, os canais para denúncia estão massificados, o que faz as pessoas denunciarem cada vez mais”, explicou.

Para o conselheiro tutelar Daniel Serrão, que atua na zona Centro-Sul de Manaus, a sociedade está mais atenta e sabe, inclusive, como levar até as autoridades os casos que antes passavam despercebidos ou não eram observados atentamente. “Antes da campanha nós tínhamos um trabalho de formiguinha. Era como procurar agulha no palheiro. Muita gente tinha medo de denunciar. Hoje, as pessoas ligam para a central e relatam o abuso. É visível que as pessoas denunciam mais, estão mais informadas. É só andar por Manaus e ver. Tem publicidade nos viadutos, cruzamentos, rádios e nas televisões. Antes não existia isso e as pessoas não denunciavam por simplesmente não saberem como”, concluiu.

A Campanha Municipal de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes já foi reconhecida nacionalmente. Em maio deste ano, a Premium Brasil Group, uma das maiores empresas especializadas em congressos, meeting work e workshop da América Latina, que organizou o 8º Encontro Nacional dos Secretários de Assistência Social, em Foz do Iguaçu, no Paraná, entregou o Prêmio Nacional de Sustentabilidade Social à Goreth Garcia Ribeiro, secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, como reconhecimento pela atuação do órgão no combate à violação dos direitos de crianças e adolescentes.

“Os números mostram o quanto nosso trabalho tem dado resultado. Nossas campanhas estão presentes em todos os eventos que recebem algum tipo de apoio da prefeitura e com isso, hoje, podemos dizer que toda a cidade já ouviu falar da importância de denunciar os casos de violação de direitos de crianças e adolescentes. E para que a campanha continue dando certo, todos os segmentos sociais precisam estar engajados. A determinação do prefeito Arthur Neto é que o trabalho continue sendo tratado com seriedade”, destacou Goreth Garcia Ribeiro.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505