14/09/2015 11h53 - Atualizado em 15/09/2015 10h18

Fundação Doutor Thomas oferece aulas de pilates gratuita para idosos

A atividade acontece duas vezes por semana, gratuitamente, no Parque Municipal do Idoso.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Manaus está oferecendo, por meio da Fundação Doutor Thomas (FDT), aulas de pilates para a terceira idade. A atividade acontece duas vezes por semana, gratuitamente, no Parque Municipal do Idoso (PMI), em turmas no horário da tarde, de 13h às 16h, e da manhã, de 7h às 11h. Por enquanto, há vagas apenas para as turmas da tarde. Podem se inscrever quaisquer pessoas que sejam frequentadoras do Parque e tenham movimentos independentes.

Com duração de 50 minutos, as aulas têm melhorando a saúde física e psicológica de muitos idosos frequentadores do PMI. Os movimentos realizados na atividade proporcionam a fortificação do corpo de forma integrada. Além de melhorar a respiração, o equilíbrio corporal, a coordenação motora, a força muscular e uma série de outras funções no corpo, diminui o estresse e proporciona relaxamento.

A professora de pilates e orientadora esportiva do PMI, Halia Moreira, destacou que a maior mudança para o idoso é a consciência corporal: “Nós visamos muito a questão dos exercícios que possam ajudar no dia a dia do idoso. Por exemplo, muitos deles têm dificuldades para levantar da cama, pois não têm forças nos braços ou nas pernas. Nós trabalhamos bastante essa força e, com o tempo, percebemos que ela aumenta, melhorando até mesmo a caminhada do idoso, a subida e descida da escada e a postura”, explicou.

A postura incorreta impossibilita a boa respiração, tensiona os músculos e ligamentos e pode afetar as articulações da coluna, já que, ao longo do tempo, por conta do envelhecimento, a mobilidade articular vai se perdendo, o que causa diversas dores. O pilates ajuda a diminuir e, em muitos casos, até mesmo a eliminar essas dores.

A diretora-presidente da Fundação Doutor Thomas, Martha Cruz, destacou ainda que o pilates chega a melhorar a autoestima do idoso. “Há relatos de idosos com osteoporose, por exemplo, que com o pilates se sentem melhores. A prática é importante não só para ajudar aqueles que já têm uma patologia, mas também para prevenir o processo naqueles que ainda não desenvolveram”, disse.

“Há dez anos eu descobri que tinha duas hérnias. Então, o médico aconselhou que eu fizesse pilates. Foi quando eu procurei as aulas e as mudanças boas vieram. Uma das minhas hérnias sumiu. Hoje eu vivo muito bem. Tenho muita disposição, tudo o que eu quero fazer, eu faço”, disse Joaquina Ferreiro Brito, 67, frequentadora do PMI.

Maria Elisa Souto, 65, decidiu fazer pilates por vontade própria, como forma de prevenção, e disse que sente seu corpo cada vez melhor com as aulas. “Eu sentia muitas dores nas costas, vivia fazendo fisioterapia, mas quando eu passei a fazer pilates, mas, agora, as dores pararam. Eu não sinto mais nada. Aqui nós aprendemos a respirar, a mexermos, a nos tornarmos mais flexíveis. São muitos benefícios, até mesmo emocionais. Às vezes você está mal e vem para o parque, faz a aula e sai daqui mais leve”, disse. Mais informações sobre a atividade podem ser obtidas pelo telefone 3584-5713.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505