17/09/2015 12h18 - Atualizado em 22/09/2015 11h23

Ministério Público investiga superfaturamento na instalação de contêineres na Ponta Negra

Fotografias mostram que contêineres tem corrosão antes de serem entregues aos permissionários.
Foto: Implurb
Foto: Implurb

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) por meio de publicação no Diário Oficial do órgão, do último dia 16 de setembro, converteu um procedimento preparatório contra o Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (IMPLURB) e a empresa SKN Enterprise Empreedimentos Imobiliários SPE Ltda, em inquérito civil com o objetivo de apurar suposto superfaturamento na instalação de cinco contêineres na segunda etapa do Parque Cultural de Esporte e Lazer Ponta Negra, Ponta Negra.

De acordo com a publicação, o IMPLURB informou ao órgão ministerial que não houve nenhum indício de superfaturamento na construção dos quiosques e tentou comprovar por meio de projetos incluídos no Processo Licitatório de ocupação dos contêineres.

O Ministério Público porém, após verificar todos os cinco contêineres projetados e executados, confirmou que houve inexecução dos serviços, além de aplicações de material diferente do qual foi especificado nas planilhas apresentadas.

Ainda segundo a publicação, por meio de relatório fotográfico é possível verificar que os contêineres apresentaram início de processo de corrosão antes mesmo de serem repassados aos permissionários.

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505