24/09/2015 13h07 - Atualizado em 24/09/2015 13h07

Mulheres discutem políticas públicas durante conferência municipal

Foram realizados dois painéis: “Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres: subsídios e recomendações”
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O segundo dia da 4ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres foi marcado por discussões acaloradas sobre as políticas públicas voltadas para a mulher, nesta terça-feira, 23, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques. O evento é promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), intermediado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM).

Durante a manhã, foram realizados dois painéis temáticos: “Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres: subsídios e recomendações” e “Contribuição dos conselhos dos direitos da mulher, dos movimentos feministas e de mulheres para a efetivação da igualdade de direitos e oportunidade para as mulheres em sua diversidade e especificidades: avanços e desafios”.

Durante a tarde, foram votadas mudanças no regimento interno da conferência, de forma a atender as demandas e necessidades, tanto do lado governamental quanto da sociedade civil. Após discussões acaloradas, o documento foi aprovado pela maioria.

“Nós estamos discutindo as políticas públicas para as mulheres. Talvez, aquelas que mais precisam dessas definições, não serão ouvidas por conta de disputas desnecessárias. Estamos fazendo todo um trabalho para oferecer o melhor resultado, as melhores propostas, aquelas que são factíveis, que são possíveis. Essa é a premissa do prefeito Arthur Virgílio Neto e que nós procuramos cumprir com todo o rigor”, destacou a secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro.

Nesta quinta-feira, 24, acontecem os painéis “Estruturas institucionais e políticas públicas desenvolvidas para as mulheres no âmbito municipal, estadual e federal: avanços e desafios” e “Sistema Político com participação das mulheres e igualdade: recomendações”. Atividades nos Grupos Temáticos, exposição e aprovação das propostas também fazem parte da programação.

Ao final, serão eleitas cem delegadas que irão representar o município na conferência estadual, programada para acontecer em outubro deste ano e daí serão eleitas as representantes na 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, que ocorrerá em março de 2016, promovida pela Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República.

A Conferência Nacional receberá das conferências municipais e estaduais, as propostas e sugestões que serão examinadas para novos norteamentos do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres e será discutida a participação das mulheres nas instâncias de poder, a fim de que estas sejam protagonistas nas decisões políticas do Brasil.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505