22/09/2015 16h09 - Atualizado em 22/09/2015 16h09

PC prende mulher por envolvimento em homicídio

Homicídio ocorreu no dia 19 de agosto deste ano, na Rua Bacuri, bairro Colônia Terra Nova.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

O delegado Daniel Leão, adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falou, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira, dia 22, na sede da unidade policial, sobre a prisão de Ana Maria Zaim Costa, 27, conhecida como “Mara”. Ela é investigada por envolvimento no homicídio de Manoel Adalberto Carvalho de Souza, o “Maneca”, ocorrido em no mês passado.

Conforme o delegado, a ação policial foi efetuada em cumprimento a mandado de prisão preventiva, após o recebimento de denúncias anônimas. A mulher foi presa por volta de 14h da última quinta-feira, dia 17, na residência dela, situada na Invasão Bom Pastor, Comunidade José Bonifácio, bairro Novo Israel, zona Norte da capital. “Além de denúncias anônimas, tivemos acesso a imagens que mostram a infratora no momento do crime. Diante desses indícios, representamos o pedido de prisão”, explicou o delegado.

O homicídio ocorreu no dia 19 de agosto deste ano, por volta de 19h, na Rua Bacuri, Comunidade Celebridade, bairro Colônia Terra Nova. Segundo o delegado, a vítima, que tinha 36 anos, foi morta com dez disparos de arma de fogo, que atingiram a cabeça e o tórax. Ele foi óbito ainda no local.

“Ao todo, quatro pessoas estão envolvidas no crime. Manoel foi surpreendido pelos infratores no momento em que estava sentado em uma cadeira, em frente à residência dele. O grupo chegou ao local em duas motocicletas. Dois deles se aproximaram e executaram a vítima. Mara e um rapaz identificado como ‘Gordão’ estavam pilotando as motocicletas e deram fuga aos dois executores”, informou Daniel Leão.

O delegado acrescentou que a motivação do crime está relacionada com a disputa por pontos de venda de droga na área.

Ana Maria foi indiciada pelo crime de homicídio qualificado. O mandado de prisão em nome dela foi expedido pela juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma de Oliveira Cunha, no dia 17 deste mês. Após os procedimentos cabíveis realizados na sede da DEHS, ela será conduzida ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), localizado no quilômetro 8 da BR-174, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Durante a coletiva de imprensa, o delegado também relatou que uma das motocicletas utilizadas na ocasião do homicídio pertencia à Mara. Ele informou, ainda, que um dos autores dos disparos já foi identificado pela polícia como Júlio Cesar Lopes de Lima, conhecido como “Careca”. O segundo homem apontado como executor do crime atende pelo apelido de “Léo”.

“Com base nas informações apuradas durante o curso das investigações, representamos um mandado de prisão preventiva em nome de Júlio Cesar. O documento foi expedido no dia 18 deste mês pela 1ª Vara do Tribunal do Júri. Iremos divulgar a imagem dele para que, com o apoio da imprensa e da população, possamos efetuar a prisão e chegar ao paradeiro dos outros envolvidos neste homicídio”, ressaltou Leão.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505