20/10/2015 14h48 - Atualizado em 20/10/2015 14h48

Homem envolvido no homicídio de sargento da PM é preso

O crime ocorreu no dia 6 de maio deste ano.
PC, Crime, Assassinato
PC, Crime, Assassinato

Na manhã desta terça-feira, dia 20, por volta das 9h30, o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, apresentou, durante coletiva de imprensa realizada na sede da unidade policial, Romário Correa Chaves, 21, preso por envolvimento no homicídio do sargento da Polícia Militar Elcy Lima da Silva, ocorrido no dia 6 de maio deste ano. A vítima tinha 49 anos quando foi morta.

De acordo com Ivo Martins, Romário foi preso na sede especializada na tarde de ontem, dia 19, por volta das 17h, em cumprimento a mandado de prisão expedido naquele mesmo dia, pelo juiz Luis Alberto Nascimento Albuquerque, do Plantão Criminal.

”Romário foi notificado para prestar esclarecimentos na DEHS e durante depoimento confirmou participação no crime. A partir da confissão do rapaz representei o pedido de prisão em nome dele e o juiz plantonista deferiu. O infrator foi preso quando ainda estava na delegacia, após os procedimentos cartorários”, declarou Martins.

A autoridade policial informou que Elcy trabalhava como segurança em um condomínio no bairro Tarumã, zona Oeste. Na noite do dia 6 de maio, por volta das 21h, o sargento teria percebido que Romário e dois comparsas, identificados como Everton Ricardo Lima, 27, conhecido como “Garganta”, e um indivíduo chamado de “Carcaça”, estavam tentando praticar roubos naquela área da cidade.

“Ao observarmos as imagens captadas pelas câmeras de segurança do lugar é possível ver o momento em que Romário e Everton correm pela frente de uma casa e logo em seguida o sargento aparece em uma moto, em busca dos infratores. Ao perceberem que estavam sendo seguidos, efetuaram disparos de arma de fogo em direção de Elcy, que ainda tenta sacar um revólver, sem sucesso”, explicou Ivo Martins.

O delegado disse, ainda, que no vídeo dá para perceber quando “Garganta” pega a arma do sargento. Romário e Everton fugiram do local na motocicleta da vítima. O veículo automotor foi abandonado e encontrado no dia seguinte ao delito. Em depoimento, Romário confirmou que a arma utilizada no crime teria ficado com Everton.

Ivo Martins finalizou dizendo que as investigações em torno deste caso estão em andamento e que já possui um mandado de prisão em nome Everton. “Recebemos a informação de que “Carcaça” já estaria morto, mas ainda não confirmamos isso”, concluiu.

Ao término dos procedimentos legais, Romário será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá ficar à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505