10/10/2015 14h24 - Atualizado em 10/10/2015 15h17

O tributo do Norte a Edgar Allan Poe

Ilustração: Victor Octaviano
Ilustração: Victor Octaviano

Há 170 anos, um homem era atormentado pelo luto. No escuro de sua casa vazia, o pesar era tudo o que lhe restava, e já não tinha mais lágrima a derramar por sua amada falecida. Rezando aos céus por esperança e conforto, tudo o que a noite lhe traz é um corvo, que perante seus pedidos de clemência, apenas responde: “nunca mais”. O confronto entre esse homem e o corvo impiedoso é o trabalho mais famoso que Edgar Allan Poe, um poeta da morte, produziu em vida.

Caso você não tenha ouvido falar de Edgar Alla Poe, foi ele que povoou seus pesadelos com catedrais góticas, cemitérios sinistros, gatos caolhos, pessoas mortas incomodando seus assassinos e corvos enfeitando paisagens macabras. Os versos de The Raven (O Corvo) venceram o tempo e permanecem tão melancólicos e sombrios como na manhã cinzenta de janeiro de 1845 em que foram publicados. O poema se tornou uma referência poderosa na cultura pop, e se consagrou como um clássico do suspense.

As rimas que contam a desventura do homem assombrado pelo corvo se tornaram mais conhecidas no Brasil devido às traduções feitas por Fernando Pessoa e Machado de Assis, dois de nossos maiores nomes no cenário literário, que resolveram prestar homenagem a esse homem que escrevia não contos ou versos, mas registros de sofrimento.
Em 2015, foi a vez da paulista Editora Empíreo continuar essa tradição e realizar seu próprio tributo ao sr. Poe, e creio que não poderia ter feito de maneira mais inspirada. O editor Filipe Larêdo organizou uma seleção de mais de 60 artistas para produzir O Corvo: o livro colaborativo, uma reunião de produções literárias e ilustrações baseadas no poema homônimo, contando com nomes como André Vianco e Lupe Vasconcelos entre os colaboradores. Além disso, está em vias de produção um longa-metragem baseado na antologia, mas não são apenas essas coisas que fazem esse projeto um pouco mais especial.

Um número realmente considerável de escritores do Norte do país também irá compor o elenco de autores que prestarão homenagem ao mestre do suspense. Um deles é o amazonense Mário Bentes, autor do livro A Terra por onde caminho e editor do selo Lendari, que enfatiza a importância de se homenagear um poema como O Corvo: “Poe é autor de um dos maiores clássicos da literatura mundial, embora nem todos os leitores, por um motivo ou outro, não tenham tido acesso à sua obra. A importância na homenagem está justamente nisso: de levar a novas gerações a herança do escritor do poema O Corvo. Temos uma memória cultural muito curta, que privilegia e enaltece o pastiche – que muitas vezes não passa de um conjunto de releituras silenciosas dos grandes clássicos”.

Sobre a influência de Poe em seu processo criativo, Ross S.F., graduando em Língua e Literatura Portuguesa pela UFAM e poeta, afirma que o mesmo “já não é considerado apenas um escritor, um poeta, mas um Grande Pai de tantos que nele encontram um abrigo, um amigo. Suas narrativas, apesar de curtas, possuem uma extensão que a cada leitura o prazer ao terror a ao mistério ganha uma nova roupagem, mais pútrida, estranha e assustadoramente requintada. Poe causa isso naqueles, que como eu, são deixados possuir por seu espírito, ou pelos espíritos que são evocados em cada narrativa. No entanto, pensemos que há uma narrativa, em particular, que detém o maior número de possessões, um famoso poema, O Corvo, e pelo tal corvo, muitos são iniciados em suas trajetórias pela grandiosa penumbra. É esse corvo completa 170 anos!! Sinto-me 170 vezes mais contente por participar desse crocitar que não cansa de invadir mentes, e confesso, invadiu-me de uma forma que não consigo explicar. O corvo de Poe, o corvo que se chama Poe, crocita e está entre nós”.

Rafael Rodrigues, também estudante da Federal do Amazonas e integrante do grupo de ilustradores Animeniac X Mao, terá um de seus trabalhos publicados na antologia, assim como a escritora paraense Roberta Spindler, autora de A Torre Acima do Véu que participou da 4ª Odisseia de Literatura Fantástica em Porto Alegre no início do ano. Do Rio Grande do Norte, Alexandre Benício, autor independente, também se doou a iniciativa da Editora Empíreo, pois, segundo ele, “prestar homenagem ao Poe sempre será uma atividade fascinante, ele merece todo reconhecimento pela sua obra incomum e imortal, e se renova como uma incontestável inspiração para todos do gênero de terror e fantástico. Por apenas isso, o projeto já nasce especial, e ver seu trabalho publicado junto com nomes reconhecidos e valorizados, nos traz a garantia de um trabalho de qualidade, como está sendo e por outro lado, saber que seu reconhecimento, o coloca no caminho certo da estrada crua e prazerosa de ser escritor”.

Enquanto estudante de Letras e escritor, é de fato uma alegria imensa saber que minha região está participando com mais expressividade de projetos como a iniciativa da Editora Empíreo, que produziu o livro inteiramente por meio de financiamento coletivo. Os autores, mais que integrando a obra, fizeram parte de sua realização, contribuíram para o próprio sucesso, e deixaram aberta uma porta para novos talentos, que surgem a todo momento em cada canto do país.

Mais que uma divulgação, esse texto é um agradecimento a todos que tornaram esse projeto possível, pois é sim um feito de extrema importância não apenas para o mercado editorial brasileiro, mas para aquelas crianças que fantasiam e rabiscam, plantando sonhos em folhas de papel e esperando que um dia brotem. Aos nortenhos que acenderam velas para o célebre Edgar, minha mais sincera admiração.

O lançamento de O Corvo: um livro colaborativo está programado para ocorrer em São Paulo ainda nesse trimestre, mas já está em pré-venda no site da Editora Empíreo:

http://loja.editoraempireo.com.br/product/1059980/pre-venda-de-o-corvo-um-livro-colaborativo

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505