05/10/2015 10h27 - Atualizado em 5/10/2015 10h27

“PL da Anistia já está muito próximo da aprovação”, diz Platiny à policiais da ROCAM

Após aprovado pelos senadores, seguirá para sanção da presidente.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Nós sabemos que a situação do Estado e do país está caótica. Porém, o sentimento que temos é que o projeto de lei da anistia já está maduro e muito breve será aprovado no Senado Federal. Sabemos que isso é o anseio de mais de 70% dos policiais da ROCAM, porque foram vocês os mais perseguidos após nossa mobilização de abril do ano passado”, declarou na noite de sexta-feira (2), no Comando de Policiamento Especializados (CPE), o vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Assemblaeia Legislativa do Amazonas (ALEAM), deputado Platiny Soares (PV), aos policiais militares da Ronda Ostensiva Candido Mariano (ROCAM).

Segundo informação do sistema de tramitação de projetos do Senado Federal, o PL da Anistia, já está na pauta de votação dos senadores, esperando apenas uma nova sessão e deliberação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), para ser votado. O projeto, após aprovado pelos senadores, seguirá para sanção da presidente Dilma Rouseff (PT), e publicação no Diário Oficial da União. Passando seus efeitos a valer imediatamente, resguardando o trabalho de policiais militares brasileiros que estejam respondendo a processos administrativos por conta de movimentos de mobilização por melhores condições de trabalho.

Entre os questinamentos realizados pelos policiais militares ao deputado Platiny Soares estava sobre o andamento das negociações com o governador do amazonas, José Melo (Pros), para o cumprimento das promoções. Platiny Soares informou aos policiais que nesta semana terá nova reunião com o secretário da Casa Civil, Raul Zaidan, e com o secretário de Governo, Evandro Melo.

“Os dois foram designados pelo governador para nos auxiliar com esse processo. Na semana passada o governador pediu que a Casa Civil demonstrasse quanto poderia destacar do orçamento para que nós comecemos a realizar as promoções. Eu, assim como vocês, me chateio com essa demora toda e várias reuniões, no entanto, esse é o caminho mais seguro de debate no momento. O que não podemos permitir é que a fila das promoções pare, e estamos lutando para que isso não ocorra. Nesta semana reuniremos novamente com o governo em busca desse direito”, afirmou Platiny Soares.

De acordo com o Cabo Maranhão, entre os praças do batalhão da ROCAM, o desejo é que as promoções ocorram de forma a beneficiar os mais antigos dentro da PM e que já deveriam terem sidos promovidos há mais de dez anos. “Pergunto aos senhores. Quem são os mais prejudicados nesse processo da promoção. São os injustiçados. Nós que estamos aqui precisamos das promoções. Nós colocamos nosso emprego em risco para brigar por esse direito, por um ideal, que infelizmente ainda não está acontecendo”, declarou Maranhão.

Outro ponto debatido entre o deputado e os policiais foi a manutenção das conversas em torno das pautas que não geram custos ao estado (Código de Ética, Porte de Arma, Regulamentação da Jornada de trabalho), que a partir deste momento ganha novo fôlego com a nomeação do Coronel James Frota para o Comando da Polícia Militar do Amazonas.

“Em paralelo às conversas com o governo nós vamos manter sim a discussão para as pautas sem custos. Temos agora um novo momento de conversa com o Coronel Frota que se mostra muito favorável aos pleitos da categoria. Então o momento é de diálogo e de união entre a tropa. Não podemos entrar em atrito interno e muito menos permitir que terceiros enfraqueçam a tropa”, disse Platiny Soares.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505