14/10/2015 13h47 - Atualizado em 14/10/2015 13h47

PL que desafeta benfeitorias do Adolpho Ducke tramita na CMM

Construções e edificações feitas pela Prefeitura serão incorporadas ao patrimônio da União.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A proposta de desafetação de benfeitorias existentes no Jardim Botânico Adolpho Ducke, com finalidade de doação à União, foi deliberada, nesta quarta-feira (14), pelo Plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM). Agora a matéria do Executivo, por meio do Projeto de Lei nº 307/2015, será analisada pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Casa Legislativa.

Na Mensagem encaminhada à CMM, o Executivo explica que, após o término de um convênio entre a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), as benfeitorias do Jardim Botânico Adolpho Ducke – construídas pelo governo municipal – foram incorporadas erroneamente ao patrimônio do Inpa, visto que a União é proprietária do imóvel denominado Reserva Florestal Adolpho Ducke.

Entre as construções/edificações previstas estão pavilhão administrativo, pavimento superior, praça central, portaria, estacionamento, área de eventos, área de serviços, mirante, trilhas, entre outras.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505