15/10/2015 13h49 - Atualizado em 15/10/2015 13h49

Recursos do FMDU garantem mais de R$ 15 mi para obras de infraestrutura

Avenida Eduardo Ribeiro receberá R$ 9,2 milhões do fundo para obras.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Mais de R$ 15 milhões estão sendo aplicados pela Prefeitura de Manaus em quatro obras de interesse público, urbano e de patrimônio para a cidade. Os recursos são provenientes exclusivamente do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU), que compõe a estrutura do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

Em obras desde o começo do mês, o projeto de requalificação e revitalização da avenida Eduardo Ribeiro receberá R$ 9,2 milhões do fundo, verba que permitirá à prefeitura trazer de volta à via aspectos originais do século XIX, com projeto aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), caracterizado pelo resgate do pavimento original, melhorias em calçadas, iluminação, paisagismo e acessibilidade.

Prestes a ter suas obras iniciadas, o Parque São José, em frente ao Terminal 5, na avenida Autaz Mirim, também contará com financiamento via FMDU, com investimento de R$ 1,5 milhão, para a construção de uma área de 4.350 metros quadrados. A ideia é levar à zona Leste um espaço de lazer, práticas desportivas e contemplação, contando com calçadas arborizadas, pista de skate, praça de alimentação, playgrounds para as crianças, academia ao ar livre, entre outros benefícios para a população.

Com licitação já em andamento, a reforma do Passeio do Mindu contará com R$ 2,4 milhões para garantir que o espaço continue a ofertar lazer ao público, com melhor qualidade, em quase dois quilômetros do entorno do igarapé, no final da avenida Umberto Calderaro (antiga Paraíba), no Parque 10. O projeto prevê a construção de duas passarelas sobre o afluente para que pedestres e ciclistas possam fazer um circuito maior no espaço, melhorias com iluminação de LED, guarda-corpo próximo ao leito do igarapé, decks avançados sobre as águas e recuperação dos mobiliários e equipamentos existentes, como quadras, playgrounds e academia ao ar livre. Novos bancos, lixeiras e mobiliários ainda estão previstos para o Passeio do Mindu.

Para o biênio 2015/2016, o Paço da Liberdade, administrado pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), será ampliado e ganhará um prédio anexo, contando com recursos provenientes do fundo municipal, da ordem de R$ 3,5 milhões. A obra dotará o Paço de estrutura necessária para ter uma recepção, auditório e um restaurante de suporte para as atividades museológicas, pedagógicas e demais eventos, além de garantir acessibilidade universal à edificação e elevador.

O novo prédio será constituído de dois pisos e uma área total de 890 metros quadrados. O auditório terá capacidade para 100 pessoas sentadas. O projeto leva assinatura dos profissionais da área de arquitetura e patrimônio histórico Ana Lúcia Abrahim, Cyro Correa Lyra e Mércia Parente Rocha.

Todos os projetos passaram por aprovação junto ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU), órgão colegiado com atuação junto ao Implurb. Além de recursos do fundo, os projetos, com exceção do anexo do Paço, foram desenvolvidos pela equipe de arquitetos, engenheiros, paisagistas e designers do Implurb.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505