06/10/2015 10h03 - Atualizado em 6/10/2015 10h03

Seleção faz primeiro treino no Chile com grupo incompleto e neblina

O Brasil enfrentará o Chile pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.
Foto: Rafael Ribeiro/CBF/Divulgação
Foto: Rafael Ribeiro/CBF/Divulgação

A seleção brasileira realizou nesta segunda-feira, em Santiago, o primeiro treino antes da partida de quinta-feira contra o Chile, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Apenas 18 dos 23 atletas convocados pelo técnico Dunga participaram da atividade, marcada por muito frio e neblina, no Estádio San Carlos de Apoquindo, da Universidad Católica, localizado no pé da Cordilheira dos Andes.Douglas Costa, do Bayern de Munique, que perdeu o voo desde a Alemanha, e Kaká, do Orlando City, chamado no domingo à noite para o lugar do machucado Philippe Coutinho, só se apresentam nesta terça-feira, assim como os três jogadores do Paris Saint-Germain, Marquinhos, David Luiz e Lucas Moura.

Na parte inicial do treinamento, os três goleiros – Jefferson, Marcelo Grohe e Alisson – treinaram com o preparador Taffarel, enquanto os jogadores de linha fizeram um treino técnico. Depois, ocorreu um trabalho de finalizações, com os goleiros se revezando para defender. Também foi feito uma atividade de cobrança de pênaltis. Ao fim do treinamento, a temperatura chegou a 8ºC.

Nesta terça-feira à tarde, já com todos os jogadores à disposição, Dunga vai começar a definir o time que iniciará a partida com os chilenos. A tendência é que escale no começo da atividade: Jefferson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luis; Luiz Gustavo, Fernandinho, Willian e Oscar; Douglas Costa e Hulk (Neymar acumula suspensão da Copa América e não poderá jogar as primeiras duas partidas, contra Chile e Venezuela).

No entanto, o goleiro Marcelo Grohe, do Grêmio, agradou o treinador nos amistosos de setembro contra Costa Rica e Estados Unidos. Elias também pode ter chance no lugar de Fernandinho. E Luiz Gustavo, que não jogou no fim de semana passado pelo Wolfsburg, disse que não tem nenhum problema físico. “Estou bem, não joguei por precaução, porque preciso ter cuidado depois da cirurgia (no joelho, em junho), mas não tenho problema nenhum para jogar na quinta.”

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505