18/11/2015 21h55 - Atualizado em 8/12/2015 14h05

80% das mortes no AM são consequência do tráfico de drogas, diz secretário

Declaração foi dada durante debate sobre a segurança nas fronteiras do Estado.
Foto: Divulgação/ SSP-AM
Foto: Divulgação/ SSP-AM

Durante palestra no I Seminário Internacional de Operações na Selva 2015, promovido pelo Comando Militar da Amazônia (CMA), o secretário de Segurança pública do Amazonas, Sérgio Fontes, disse que “80% das mortes no Estado são de pessoas envolvidas com o tráfico”. Fontes palestrou sobre as organizações criminosas, especificamente aquelas voltadas ao narcotráfico, e sobre os “danos invisíveis” causados por este tipo de crime.

“Os homicídios são hoje a principal consequência do tráfico de drogas. Cerca de 80% das mortes no Estado são de pessoas envolvidas com o tráfico, sem exceção”, disse o secretário. De acordo com ele, a meta do Governo do Estado é desenvolver novas estratégias para combater o tráfico na fronteira, muito visado pelos criminosos por conta da proximidade geográfica do território brasileiro com os países considerados os maiores produtores de cocaína (Colômbia, Peru e Bolívia).

Fontes lembrou que quase 10 toneladas de entorpecentes foram apreendidos nos últimos 10 meses. O número é maior que as apreensões dos últimos nove anos. “A parceria com as Forças Armadas vem ajudando o Governo do Estado nesse processo. Hoje contamos com uma barreira montada 24 horas, nos 365 dias do ano, no alto do rio Solimões, principal via de escoamento dos traficantes. Isso dificulta a entrada deles e, consequentemente, diminui a circulação de entorpecentes no Estado”, explicou.

O evento foi realizado no Clube do Trabalhador do Sesi (Alameda Cosme Ferreira, bairro Coroado, zona leste de Manaus) e debateu a atuação integrada dos órgãos de Segurança Pública do Amazonas com as Forças Armadas, e como essa atuação tem reforçado o combate ao tráfico de drogas na região de Fronteira do Amazonas com os países vizinhos (Colômbia, Peru e Bolívia). O Seminário encerra nesta quinta-feira (19) com a participação de aproximadamente 200 pessoas entre delegações estrangeiras e do Brasil que atuam na atividade de segurança nas fronteiras.

Estande

A SSP-AM está com estande aberto ao público até amanhã (19), dia de encerramento do evento. No local, é possível conhecer o trabalho desenvolvido pelos órgãos que compõem o sistema de segurança pública, assim como os equipamentos táticos usados em operações políciais e projetos sociais desenvolvidos pelas instituições. Na terça-feira, o Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil participou da amostra de equipamentos, onde foi levado aos visitantes detalhes técnicos do trabalho exercido pelo grupo.

Nesta quarta-feira (18), a Secretaria Executiva de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi) da SSP-AM expôs equipamentos utilizados em operações integradas de segurança. No local do evento, foi montada a Plataforma de Observação Elevada (POE), composta por 16 câmeras que permitem o monitoramento em tempo real, facilitando e diminuindo o tempo de resposta dos órgãos de segurança durante as operações. A POE é utilizada em grandes eventos.

I Seminário Internacional de Operações na Selva 2015 – Tem o objetivo de promover o intercâmbio de experiências relativas ao emprego de tropas nas operações militares em ambiente de selva e apresentar novos produtos e soluções da indústria de Defesa para o público qualificado e especialistas na área. O evento iniciou na terça-feira (17) e segue até esta quinta-feira (19) no Clube do Trabalhador do Sesi, localizado na Avenida Cosme Ferreira, bairro Coroado, zona Leste de Manaus.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505