27/11/2015 09h17 - Atualizado em 27/11/2015 09h17

Ajudante de carregador é preso suspeito de estuprar a enteada

Segundo a vítima, de 11 anos, os estupros ocorriam desde que ela tinha 5 anos.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

A equipe de investigação da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), sob a coordenação da delegada titular da unidade policial, Juliana Tuma, prendeu na tarde desta quinta-feira, 26, em cumprimento a mandado, um ajudante de carregador de 27 anos, denunciado por estupro de vulnerável. O indivíduo foi preso no momento em que saía da loja de material de construção onde trabalhava, no Conjunto Manôa, zona Norte da cidade.

De acordo com Juliana Tuma, o fato ocorreu por volta das 13h de hoje, quando o ajudante de carregador deixava o local para almoçar. Ele está sendo acusado por familiares da enteada dele de 11 anos por estuprar a criança há, pelo menos, seis anos. “A tia da garota nos procurou para relatar que a vítima teria criado coragem para contar o que estava acontecendo. Conforme a criança, que hoje tem 11 anos, os estupros ocorriam desde que ela tinha cinco anos de idade”, explicou a delegada.

Conforme a autoridade policial, a criança foi submetida a exame de conjunção carnal no Instituto Médico Legal (IML), que confirmou a violência sexual. “Em conversa com a vítima ela relatou que dormia no mesmo cômodo que a mãe e o padrasto e que a mulher nunca percebeu o que acontecia dentro da própria casa, situada no Conjunto Amazonino Mendes, também chamado de Mutirão, no bairro Novo Aleixo, zona Norte”, revelou.

Conduzido à Depca, o infrator admitiu estuprar a criança. No entanto, argumentou que cometeu o ato poucas vezes. O mandado de prisão em nome dele foi expedido no último dia 11 de novembro, pela juíza da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro.

O ajudante de carregador foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505