25/11/2015 14h38 - Atualizado em 25/11/2015 14h38

Após homicídio, jovem é preso em Iranduba

Um comparsa do criminoso ainda está foragido.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

Policiais civis lotados na 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta de Manaus, coordenados pelo delegado titular Paulo Mavignier, prenderam na noite da última segunda-feira, dia 23, por volta das 21h, no Distrito de Cacau Pirêra, Kelson Felipe Santos do Nascimento, 19, apontado como autor do homicídio do adolescente Luan Dutra de Moura, ocorrido na manhã daquele mesmo dia, por volta das 11h, naquele município.

De acordo com a autoridade policial, a vítima, que tinha 14 anos, estava em via pública, na Rua Bem-te-vi do bairro Cidade Nova, quando foi surpreendida por Kelson, que conduzia um carro até o momento não identificado, de onde efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu o adolescente, que veio a óbito ainda no lugar. “Estamos investigando as causas do crime, mas é possível que a morte de Luan esteja associada ao envolvimento com o tráfico de drogas em Iranduba”, explicou.

Paulo Mavignier relatou ainda que o infrator teria contado com o apoio de um comparsa, identificado como Anderson Oliveira Batista, 21, o “Azulão”, para cometer o delito. “Kelson e Anderson são ex-detentos do sistema penitenciário de Iranduba, onde cumpriam pena por tráfico de drogas. Kelson também respondia por tentativa de homicídio. Eles estavam soltos há pouco tempo. Temos a informação de que a arma utilizada no delito teria sido entregue por “Azulão”, que continua foragido e de posse da prova do crime”, disse.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505