05/11/2015 13h46 - Atualizado em 5/11/2015 13h46

Arthur Bisneto sai em defesa da manutenção do Seguro-Defeso dos pescadores

Para o parlamentar esse é mais um capítulo que demonstra as trapalhadas do governo federal.
Foto: PSDB
Foto: PSDB

O vice-líder da Oposição, deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PSDB), saiu em defesa da derrubada da suspensão do Seguro-Defeso dos pescadores, benefício que foi implanado por Arthur Virgílio Neto (PSDB), prefeito de Manaus, quando foi Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República no governo do Fernando Henrique Cardoso.

“Este é mais um capítulo que demonstra as trapalhadas do governo federal. Desconhecer ou tentar sustar o Seguro-Defeso é colocar milhares de famílias à beira da necessidade. É desconhecer a importância que tem para o meio ambiente, para a preservação do meio ambiente. O Seguro-Defeso foi um avanço muito grande que aconteceu alguns anos atrás neste país. Eu agradeço e parabenizo a bancada do governo, que não teve coragem, não teve cara de pau de se posicionar contra esse PDC. Portanto, nós da Minoria votamos “sim” a favor dos pescadores do nosso país”, declarou o tucano, durante votação.

Nesta quinta-feira, foi submetido à votação, no plenário da Câmara Federal, o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 238/15, que susta os efeitos da portaria do governo que suspendeu, por 120 dias, o período do defeso – em que a pesca é proibida por conta da reprodução dos peixes. Com a portaria, a pesca é liberada, mas os pescadores perdem o direito de receber o Seguro-Defeso.

Com a aprovação dessa suspensão, o projeto agora segue para análise do Senado Federal. A intenção do governo federal era acabar com excessos no pagamento do Seguro-Defeso. A medida é acompanhada do recadastramento dos pescadores artesanais e revisão dos períodos de defeso.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505