12/11/2015 15h16 - Atualizado em 13/11/2015 11h31

Banco do Povo totaliza aplicação de R$ 71 milhões em 15 mil operações de crédito

Próximos municípios a receberem ações serão Careiro da Várzea, Autazes e Urucará.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O programa de microcrédito Banco do Povo alcançou R$ 71 milhões em crédito concedido a pequenos negócios e setor rural no Amazonas. Lançado em abril deste ano pelo Governo do Estado, o programa incentiva o empreendedorismo em pequenos negócios, por meio de crédito a trabalhadores autônomos, microempreendedores individuais, profissionais liberais, produtores rurais e micro e pequenas empresas. Os próximos municípios a receberem ações do programa serão Careiro da Várzea, Autazes e Urucará.

Na quarta-feira, dia 11, o governador José Melo lançou oficialmente o programa nas cidades de Tabatinga e Benjamin Constant (a 1.105 e 1.118 quilômetros de Manaus, respectivamente), injetando mais de R$ 414 mil na economia popular dos dois municípios do Alto Solimões, com o crédito para abertura e diversificação de empreendimentos.

Segundo balanço da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), que coordena o programa, o Banco do Povo já apoiou à geração e/ou manutenção de 44,5 mil ocupações econômicas em todo o Estado. Desse total, 25 mil somente no interior, a maioria no setor primário. “É preciso ser muito criativo, descobrindo novas formas de produzir e gerar dinheiro. O Banco do Povo vem nesse sentido. Pessoas que têm talento e vontade de trabalhar e que não conseguiam uma chance por falta de dinheiro agora têm acesso a crédito. A sua implantação tem sido muito importante porque lança recursos fortes na economia dos municípios e gera empregos”, ressaltou José Melo no lançamento do programa em Tabatinga.

Ao todo, o Banco do Povo deverá aplicar R$ 86 milhões em financiamentos este ano. Careiro da Várzea, Autazes e Urucará são as próximas cidades do calendário de lançamento do programa de fomento econômico. Segundo a Afeam, mais de 15 mil operações de crédito foram realizadas desde o lançamento do programa em abril deste ano.

Em Tabatinga, os empréstimos chegam a R$ 254 mil. No município de Benjamin Constant, os investimentos com recursos do programa de crédito somam R$ 160 mil. Além do Banco do Povo, as ações de fomento da Afeam aplicaram recursos de R$ 1,3 milhão nos dois municípios.

Em Benjamin Constant, foram fechadas 38 operações com produtores rurais, totalizando crédito no valor de R$ 162 mil. O agricultor Berismei Simão Colun foi um dos beneficiados com um empréstimo do Banco do Povo no valor de R$ 5 mil, que ele pretende usar no aumento da sua produção de macaxeira e banana. “Criar um banco como esse foi uma ótima ideia, porque a gente não teria condições de pegar um empréstimo em outro local”, disse Berismei.

O governador José Melo também anunciou em Benjamin Constant, o início do programa de mecanização da produção rural no município, a partir dos primeiros meses de 2016, desenvolvido através da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror). Também adiantou que está em curso o planejamento de implantaçãode uma indústria de beneficiamento de minério na cidade.

Em Benjamin, o governador também inaugurou um Centro de Convivência da Família, que recebeu o nome de Osmarina Melo de Oliveira, em homenagem a mãe dele. A obra, que recebeu investimentos de R$ 1 milhão e vai abrigar cursos de capacitação e incentivo à geração de renda, oficinas como de artesanato, pintura em tela, além de atendimento psicossocial e pedagógico.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505