03/11/2015 13h31 - Atualizado em 3/11/2015 13h31

Cenário econômico retrocede em 114 anos e preocupa, afirma deputado

Abdala Fraxe atribuiu o recuo aos erros políticos do Governo Federal.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O deputado Abdala Fraxe (PTN) falou, no seu discurso desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), de sua preocupação com o cenário econômico atual, que segundo ele é o mesmo de 114 anos atrás. Para o parlamentar, o retrocesso, que já é ‘monstruoso’, pode ser pior em 2016.

A informação segundo Abdala é de levantamento realizado pelo Jornal Estado de São Paulo, e publicado nesta terça-feira, que considera os dados disponíveis no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). De acordo com a matéria, este ano a economia recuou algo em torno de 3%, e a projeção para o ano que vem é um recuo de 3,5%, o que resulta no pior ciclo econômico desde 1901.

“Esse estudo da evolução histórica da economia brasileira levam o nosso país para uma situação que nunca aconteceu desde 1901, são 114 anos. Isso me deixou muito preocupado, querendo achar uma solução para essa dificuldade que não é pequena é monstruosa, e no Amazonas, é bem mais preocupante”, afirmou.

Abdala atribuiu o recuo econômico aos erros políticos do Governo Federal dos últimos 12 anos, e avaliou que o Brasil vai levar tempo para ser recuperar. “Com todos os erros que o governo tem feito nos últimos 12, 13 anos eu nunca poderia imaginar que ele chegaria tão longe, tão distante, a ponto de retrocedermos em mais de 100 anos”, afirmou.

O parlamentar também fez previsões nada otimistas para os próximos meses, período em que historicamente apresenta maior atividade econômica. “Entre os maiores sonhos de consumo do povo brasileiro para este fim de ano, em primeiro lugar, estão os eletrodomésticos, que hoje é a grande produção na ZFM, mas não está suprindo porque o pouco que o brasileiro está conseguindo ganhar é para alimentação e remédio”, disse.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505