17/11/2015 11h50 - Atualizado em 8/12/2015 14h22

CPI da Seinfra servirá apenas para atrair holofotes, diz líder do governo na ALE

O deputado disse que caso já está sendo apurado pelo MP-AM e MPC.
(Foto Alberto César Araújo/Aleam)
(Foto Alberto César Araújo/Aleam)

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), deputado David Almeida (PSD), disse nesta terça-feira (17), que a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar irregularidades na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) servirá apenas para “atrair holofotes da mídia” e “fazer palanque” eleitoral.

A declaração de Almeida foi dada em uma resposta ao deputado José Ricardo (PT) que momentos antes havia criticado a falta de recursos para a manutenção de aparelhos usados em cirurgias do coração no Hospital Francisca Mendes, e cobrado a criação da “CPI da Seinfra” para apurar o suposto desvio de recursos denunciado pelo ex-secretário da pasta, Gilberto de Deus.

David Almeida disse que a denúncia feita pelo ex-secretário já está sendo apurada pelo Ministério Público do Estado (MP-AM) e pelo Ministério Público de Contas (MPC), e por isso não há necessidade da criação de uma CPI já que o relatório da comissão seria encaminhado para estes órgãos quando a CPI for concluída, conforme prevê o Regimento Interno da Aleam.

“Se o denunciante já foi ao Ministério Público, já foi ouvido pelo procurador-geral, já foi ouvido pelo MPC. Os procedimentos de apuração já foram abertos. Então o que se quer aqui com uma CPI? Os holofotes da mídia”, disse Almeida.

Em seguida o deputado José Ricardo, da tribuna, disse que o parlamento estadual não pode ficar assistindo as denuncias e precisa fazer seu papel de fiscalizador do Executivo. “O parlamento precisa tomar uma postura. Não importa se um deputado governista vem aqui para tentar desqualificar”, disse. O deputado ainda cobrou assinaturas dos demais deputados da Casa no pedido de CPI, e disse que o ex-secretário Gilberto de Deus virá a ALE para fazer a denuncia durante reunião com todos os deputados.

O pedido de CPI para apurar as irregularidades na Seinfra, denunciadas por Gilberto de Deus, ainda não foi apresentado. A proposta está na fase de coleta de assinaturas. Segundo José Ricardo, faltam três das oito assinaturas necessárias para a criação da CPI. Já assinaram o pedido os deputados José Ricardo, Luiz Castro (REDE), Alessandra Campêlo (PCdoB), Vicente Lopes (PMDB) e Wanderley Dallas (PMDB).

Em um aparte, o deputado Sabá Reis disse que não iria assinar o pedido de CPI e que não ficaria para ouvir as denuncias do Gilberto de Deus. “Ele (Gilberto) não vai me ter aqui para fazer plateia graciosa para ele não. Não sem antes ele justificar o que levou ele a se virar contra o governador José Melo”, afirmou.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505