09/11/2015 15h46 - Atualizado em 9/11/2015 15h46

Eletrobras terá que dar explicações na CMM sobre constantes interrupções do serviço

No mês de agosto, muitas pessoas ficaram até 27 horas sem energia em Manaus.
Foto: Tiago Corrêa (CMM)
Foto: Tiago Corrêa (CMM)

Aprovado no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta segunda-feira (9), o Requerimento de nº 3.535/02015, que convoca a empresa Eletrobras Amazonas Energia a prestar informações à Casa Legislativa sobre as constantes interrupções no fornecimento e distribuição de energia elétrica em Manaus. O documento é de autoria da vereadora Professora Jacqueline (PHS) e contou com o apoio dos demais parlamentares.

Conforme o requerimento, a convocação se justifica com base na informação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de que somente no mês de agosto deste ano os consumidores da concessionária ficaram 27 horas sem serviço. No ano passado, a duração equivalente de interrupção por Unidade Consumidora (DEC) apurada foi de 55 horas. O limite estipulado é de 52 horas.

O documento, ainda, afirma que os meses de setembro e outubro são analisados, para, posteriormente, serem apresentados os relatórios. No entanto, se a empresa descumprir os limites, é obrigada a compensar os consumidores com descontos na fatura. A vereadora também questiona por que os rodízios interruptos do fornecimento de energia têm sido diários.

Após a aprovação do requerimento, o presidente da Mesa Diretora, vereador Wilker Barreto (PHS) explicou que o documento será encaminhado à empresa Eletrobras Amazonas Energia, para então uma data ser agendada para a visita. Porém, ele adiantou que a Casa Legislativa estará de portas abertas para qualquer data que a empresa escolher para comparecer.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505