27/11/2015 09h25 - Atualizado em 27/11/2015 09h25

Estelionatário é preso em Manaus

O homem aplicava o “golpe da casa própria” desde 2013.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

O delegado titular do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Marcos Paulo Graciano, apresentou na tarde desta quinta-feira, dia 26, durante coletiva de imprensa realizada na Delegacia Geral, zona Centro-Oeste, o autônomo José Renato Fernandes Nunes, 46, preso em flagrante na manhã de hoje, por estelionato.

Conforme Graciano, o infrator vinha aplicando em Manaus golpes da casa própria desde o ano de 2013 e, no momento da prisão, havia acabado de receber dinheiro de uma das vítimas. “A equipe do 11º DIP investigava o caso há cerca de dez dias, após o recebimento de denúncias anônimas, informando que José realizava reuniões no bairro Coroado, prometendo aos moradores casas em conjuntos habitacionais”, explicou o delegado.

A autoridade policial relatou que o infrator inicialmente organizava reuniões com a desculpa de vender planos de saúde e odontológicos para ganhar a confiança dos comunitários e que em seguida passava a oferecer casas populares em conjuntos habitacionais na capital.

“Diante das informações levantadas nós passamos a monitorar José e confirmamos que ele havia promovido pelo menos três reuniões no bairro Coroado e que uma delas havia ocorrido na última quarta-feira, dia 25, ocasião em que uma mulher havia se interessado e, inclusive, dado parte do adiantamento que ele pedia, no valor de R$ 400. Conseguimos identificar a vítima e na manhã de hoje nos deslocamos até a casa dela, na Rua Madalena Frota, bairro Novo Aleixo, zona Norte, onde José foi preso”, disse Marcos Paulo.

O delegado titular do 11º DIP informou que no momento da prisão foi encontrado com José R$ 150 em espécie, que ele havia recebido da vítima, como parte do pagamento da primeira parcela do imóvel prometido. “Nós chamamos a vítima e questionamos a procedência do dinheiro encontrado com José e ela afirmou categoricamente que se tratava da entrada de uma casa que ele havia prometido conseguir”, declarou, acrescentando que já foram identificadas outras duas vítimas do infrator.

Na casa de José, segundo o delegado, foram achadas cópias de documentos pessoais e comprovantes de residência de possíveis vítimas, folders de planos de saúde e consórcios de casas, notas promissórias, além de cheques não descontados.

Marcos Paulo explicou que José agia em Manaus desde o ano de 2013 e que no momento do golpe dizia para as vítimas que tinha influência dentro de órgãos públicos, o que facilitaria a obtenção do imóvel. Os alvos eram sempre pessoas de baixa renda e com pouca instrução.

“José afirma ter aplicado golpes em aproximadamente quarenta pessoas, mas acreditamos que o número de vítimas seja maior. Ele alega também que agia sozinho, mas as investigações serão aprofundadas para descobrir se ele tinha o auxílio de outras pessoas. Ele já tem duas passagens por estelionato”, afirmou o delegado.

Durante a coletiva de imprensa José argumentou que já havia praticado o crime anteriormente, mas que não o cometia mais. “Eu já devolvi o dinheiro de muita gente. Eu já tinha parado”, afirmou.

O delegado orienta as pessoas que tenham sido vítimas de José que procurem as delegacias mais próximas das respectivas casas para formalizar o fato e registrar Boletim de Ocorrência (BO).

José foi autuado em flagrante por estelionato e, ao término dos procedimentos legais, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505