23/11/2015 11h36 - Atualizado em 26/11/2015 12h20

MP-AM atuou na fiscalização da eleição para Conselheiros Tutelares

Os novos conselheiros foram escolhidos ontem, dia 22.
Foto: Jamile Alves/G1
Foto: Jamile Alves/G1

O Ministério Público do Estado do Amazonas, por meio das Promotorias de Justiça da Infância e da Juventude, fiscalizou a eleição para o Conselho Tutelar, que ocorreu neste domingo (22). O órgão atuou principalmente para que a reeleição não fosse prejudicada por nenhum problema.

A Procuradora de Justiça, Suzete dos Santos, foi quem coordenou a atuação do MP-AM na eleição, foram designados 9 Promotores de Justiça, sendo um para cada zona tutelar.

O papel de um conselheiro
Os conselheiros atuam diante de omissões ou violações dos direitos das crianças e dos adolescentes. Eles agem em casos de violência sexual, abandono escolar, trabalho infantil, consumo de álcool e drogas, entre outras situações. Embora facultativo, o voto na eleição para o Conselho Tutelar é importante para garantir representatividade à atuação do órgão encarregado de zelar pelos direitos da criança e do adolescente. A eleição aconteceu de 8h às 17h.

Em Manaus, os conselhos tutelares são compostos por cinco membros titulares e cinco suplentes, possuindo abrangência por zona: Centro-oeste, Leste I, Leste II, Norte, Oeste, Rural, Sul I e Sul II.

A fiscalização do pleito pelo MP-AM também incluiu o processo de apuração de votos, que foi realizado na Arena Amadeu Teixeira, localizada na avenida Constantino Nery, bairro São Geraldo.

Fonte: MP-AM e Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505