30/11/2015 11h36 - Atualizado em 30/11/2015 11h36

Prefeitura encerra inscrições do Bolsa Universidade com 35 mil inscritos

A divulgação dos selecionados será na quarta-feira, 2.
Foto: Prefeitura de Manaus
Foto: Prefeitura de Manaus

Pouco mais de 35 mil estudantes de baixa renda da capital fizeram a inscrição do edital 2016/1 do Programa Bolsa Universidade (PBU), da Prefeitura de Manaus, em onze dias de processo, com uma média de mais de três mil registros por dia no Portal do Candidato. Agora, a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), órgão que gere o PBU, vai fazer análise dos dados e divulgar, na próxima quarta-feira, 2, o resultado da primeira chamada do programa, com a lista de candidatos aptos a efetivar as inscrições e garantir as bolsas.

Após a divulgação da lista oficial de candidatos aprovados, a prefeitura passa a receber eventuais recursos de candidatos não classificados, que terão dois dias – próximas quinta e sexta-feiras – para questionar o resultado do processo, tal como acontece em qualquer certame público. A etapa seguinte é a entrega dos documentos, prevista para os dias 9, 10 e 11 de dezembro, em que os estudantes classificados terão de comprovar todas as informações prestadas no ato da inscrição.

“Esta fase é importante na medida em que o Município garante que as informações prestadas pelos candidatos são verdadeiras, assim o programa atende sua principal função, que é contemplar estudantes de baixa renda de Manaus”, afirma a coordenadora do Programa Bolsa Universidade, Andreia Brasil. Os candidatos classificados deverão comparecer à sede da Espi, no Parque das Laranjeiras, zona Centro-Sul de Manaus, para a entrega dos documentos.

Entre os documentos exigidos, de acordo com o edital, estão o comprovante de residência do candidato, RG, CPF, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e comprovantes de renda de todos os moradores declarados na inscrição. Além dos comprovantes de renda, também é obrigatória a apresentação da declaração de renda, que é emitida durante a inscrição. Pessoas com Deficiência (PcD) precisam apresentar, ainda, a versão original ou a cópia autenticada de laudo médico com o CID (Código Internacional da Doença), emitido por médico especialista credenciado ao Conselho Regional de Medicina (CRM).

“A prefeitura já está preparando o espaço para receber todos os candidatos aprovados. Como fazemos para todos os editais, nossa equipe vai estar pronta, desde cedo, para recebê-los e até orientá-los quanto aos documentos necessários. É fundamental atentar aos itens do edital para que o candidato não corra o risco de ter de vir mais de uma vez ou, pior, perder a vaga por falta de documentos”, explica a diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo.

A entrega da documentação deve ser feita no horário de 8h às 17h, na sede da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad). A Escola fica localizada na avenida Profº Nilton Lins, 3259, Bloco D – Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul da cidade.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505