09/11/2015 14h07 - Atualizado em 9/11/2015 14h07

Projeto cultural promove resgate histórico do Centro de Manaus

O evento acontece até o mês de dezembro ao lado do Paço da Liberdade.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Imagine viver em plena efervescência cultural da belle époque em Manaus, onde a arquitetura, moda, culinária e concertos representavam o poder econômico originário da borracha e que concretizava o nascimento do centro histórico da cidade. Pois essa atmosfera dos anos 1920 vem sendo recriada em um estilo vintage, na Rua Bernardo Ramos, ao lado do Paço da Liberdade pelo projeto “As portas do passado abrindo as janelas para o futuro”, realizado pelo Instituto Amazônia com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

A ocupação cultural da região acontece até o dia 12 de dezembro, sempre das 17h às 22h, aos sábados e domingos, com desfiles de figurinos de época e atrações culturais.

O projeto foi contemplado com um prêmio de R$ 70 mil, por meio do edital de número 04/2015, da Manauscult, na modalidade “ocupação artística”. Ao todo, são 800 profissionais envolvidos na produção para retratar o cotidiano do começo do século passado. A perfeição chega a causar comoção a quem visita o lugar.

Memória popular
As notícias produzidas, de forma quase artesanal, estão logo na entrada do Portal de Recepção dos visitantes em um stand que mostra a imprensa atuante da época. Máquina de datilografia, móveis da época, adornos e muita criatividade ilustram o cenário.

As alfaiatarias, os sapateiros, as enfermeiras da Santa Casa, tudo foi pensado para criar um vínculo com o público resgatando, sempre, a memória popular. “O projeto é, para todos nós, moradores de Manaus, uma oportunidade de resgatarmos o passado. É a história da capital amazonense que passa a ser transmitida para as novas gerações”, afirmou o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula.

Gastronomia
Além das 20 barracas de artesanato, food-bikes decoradas também se juntaram às opções de alimentação, durante o evento, com doces artesanais produzidos com ingredientes amazônicos. “Estou encantada com o evento. Eu vim de São Paulo, moro em Manaus há seis anos, e nunca tinha visto nada igual”, disse a culinarista Renata Fabiana, que vende bolo com recheio de frutas regionais.

No espaço cultural montado no estacionamento do Paço da Liberdade, acontece ainda o ‘Encontro de Chefs’ que está selecionando os melhores pratos inscritos para compor a lista de participantes de uma grande feira gastronômica que acontecerá no próximo mês, em Manaus. Ainda no estacionamento, algumas barracas vendem pratos regionais, hambúrgueres e bebidas. “A nossa intenção, além de dar oportunidade aos novos chefs, é também criar uma espaço onde os visitantes possam desfrutar da culinária amazônica e das novidades gastronômicas criadas em Manaus”, disse o presidente do Instituto Amazônia, Paulo Henrique de Castro.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505