13/11/2015 17h02 - Atualizado em 13/11/2015 17h02

Sinetram discute uso de cartão gratuidade para idosos

A implantação do cartão ainda será discutida em reuniões comunitárias.
Foto: Divulgação/ Sinetram
Foto: Divulgação/ Sinetram

O Sindicato das Empresas de Transporte do Estado do Amazonas (Sinetram), se reuniu com representantes do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS), lideranças comunitárias e entidades sociais, para propor uma parceria onde os idosos possam usar o cartão gratuidade na catraca dos coletivos. A reunião foi realizada na manhã desta sexta-feira (13), na sede do CEAS, localizado na avenida Darcy Vargas, bairro Chapada, zona centro-sul.

Durante a reunião, o presidente do Sinetram, Carmine Furletti, explicou para as entidades, as formas de utilização dos cartões por parte dos idosos. Ao final do encontro ficou decidido, que serão realizadas reuniões comunitárias com a participação de representantes do Sinetram, onde será explicado aos idosos os direitos e deveres que eles terão com o uso do cartão.

“Toda estatística de usuários do transporte coletivo é feita com base nos usuários que passam pela catraca. Como os idosos não passam por ela, não temos como estimar quantos utilizam o sistema, para assim melhorar a oferta de ônibus em algumas zonas. A partir da utilização do cartão, isso será possível. Estamos realizando essas reuniões com a comunidade para propor o uso desse cartão que, com certeza, trará mais conforto e segurança para eles”, destacou Furletti.

O presidente acrescentou ainda, que já há uma discussão na Câmara Municipal de Manaus (CMM), de um Projeto de Lei que torna preferencial todos os assentos do transporte coletivo, o que também beneficiaria os idosos, através do uso do cartão. “Hoje o idoso só pode ficar naquela parte da frente do ônibus que são os lugares preferenciais e, as vezes, aqueles assentos não suprem a demanda. Depois que terminarmos essas discussões com os idosos, vamos levar o assunto ao conhecimento do prefeito para que ele autorize. Esse cartão não terá custo para os idosos”, ressaltou.

Idosos e entidades aprovam o uso do cartão

O aposentado Francisco Ferreira, 73, aprovou a criação cartão. Para ele, não faz sentido o idoso ter que ficar mostrando a identidade ou algum documento com foto para a câmera. “Eu vejo que esse cartão vai trazer bons frutos, até porque será muito melhor do que ficar mostrando a identidade para a câmera. As vezes eu acho isso (mostrar a carteira) uma humilhação para nós, isso não faz sentido, pois ninguém vai averiguar a idade certa. Agora esse cartão, além de ser bom pra nós, vai impedir que outras pessoas utilizem o nosso benefício sem ter a idade correta para o uso”, destacou Ferreira.

A presidente da Federação Comunitária do Estado do Amazonas (Fecoam), Rose Karceerys, destacou que o uso do cartão por parte dos idosos trará mais segurança e conforto para os mesmos. “O nosso interesse é a melhoria na prestação desse serviço aos idosos, e esse cartão será de extrema importância. Há sempre alguém informando que os empresários são contra (os idosos), mas nós somos conscientes que não é assim. As empresas querem trazer essas melhorias, para assim dar um melhor atendimento aos usuários. Temos total interesse em que isso possa mudar e é por isso temos essa parceria direta com o Sinetram.”

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505