04/11/2015 10h44 - Atualizado em 4/11/2015 10h44

UEA inaugura laboratório de turismo com hotel modelo para aulas práticas

O laboratório visa aperfeiçoar o profissional da área.
Foto: Ingrid Anne/Manauscult
Foto: Ingrid Anne/Manauscult

A Escola Superior de Artes e Turismo (Esat) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) inaugura nesta quinta-feira, 5, às 19h, o Laboratório de Turismo (Labotur). O laboratório visa aperfeiçoar o profissional da área e oferecer suporte aos serviços turísticos, além de beneficiar a comunidade. A iniciativa conta com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Segundo o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, a ação visa integrar as atividades pedagógicas do curso de Turismo. “O laboratório apresenta como objetivo geral formar profissionais para atuar no planejamento, na gestão e na produção do conhecimento”, destacou.

As instalações do Labotur serão pioneiras ao utilizar materiais reaproveitáveis, como caixas de madeira naval e placas de OSB (sobras de marcenarias e madeireiras), cumprindo desta maneira o papel social e sustentável do curso em favor do meio ambiente. O espaço funcionará como um suporte para o aprendizado e familiarização dos discentes com as técnicas turísticas necessárias ao desempenho de suas atribuições, exercitadas por meio da realização de atividades práticas.

Possibilitará o planejamento de roteiros e viagens, o aprendizado em sala de hotelaria, contemplando a ambientação de uma área de recepção e de uma Unidade Habitacional – UH de um hotel. Além disso, propiciará o planejamento e operacionalização de eventos, visitas técnicas, bem como a elaboração e gestão do planejamento turístico municipal e estadual.

De acordo com professora da UEA, a turismóloga Márcia Raquel Guimarães, o Labotur é uma importante ferramenta para a qualificação e formação dos alunos. Em sua estrutura, ele traz um ambiente simulando um quarto e a recepção de um hotel.

“Após 15 anos, a UEA inaugura o primeiro laboratório do curso de turismo. Com isso, os acadêmicos poderão vivenciar como é a rotina nos hotéis, nas agências e escritórios. Além de serem incentivados à produção científica de projetos que beneficiarão a capital e os municípios” disse.

Para o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, a implantação do Labotur é um marco para o turismo local. “Manaus possui um grande potencial turístico e para isso, se faz cada vez mais necessário termos profissionais especializados e qualificados para atender as demandas. O Labotur é um ganho, não só para os alunos que estão se preparando para o mercado, mas para toda comunidade, e claro, os turistas que chegam a nossa cidade”.

As atividades desenvolvidas no laboratório funcionarão ainda como suporte de aprendizado dos alunos, de modo que alinhe teoria com a prática, para o pleno aperfeiçoamento deste futuro profissional. Além destes, o espaço beneficiará também os professores da UEA; o trade turístico; as comunidades rurais de Manaus e órgãos públicos como a Manauscult, Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e a Secretaria de Estado da Cultura (SEC). Além de meios de hospedagens, agências de turismo, transportadoras, restaurantes e associações de classes.

O laboratório conta com o patrocínio e apoio de parceiros que ajudaram na concretização do projeto: Manauscult, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-AM), a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-AM), o arquiteto Sérgio Santos, Graftech e Maricotas Craft além do site Turismo Manaus, IB Tintas e de grande parte dos professores do curso de turismo.

O evento de inauguração do espaço está sendo organizado pelos alunos da disciplina de ‘Eventos’ sob a supervisão da professora Helen Coutinho, com a coordenação e suporte da equipe do Cerimonial da UEA, composto por egressos do curso de turismo da Esat.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505