09/12/2015 12h07 - Atualizado em 9/12/2015 12h07

Arthur Bisneto assume liderança da Oposição e defende impeachment de Dilma

O deputado assumiu interinamente a liderança do bloco de oposição.
Foto: ALE-AM
Foto: ALE-AM

Ao assumir interinamente a liderança do bloco da Oposição na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (8), em Brasília, o deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM) faz duro discurso no plenário a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e critica o governo federal.

“Este ano a presidente assinou um decreto de complementação de dotação orçamentária que somou R$ 2,5 bilhões. Só isso, de acordo com o parecer dos juristas que apresentaram o pedido de impeachment, justificando a irresponsabilidade deste governo, já basta para a abertura do processo de impeachment. Não estou aqui falando das pedaladas. Não estou aqui falando das delações premiadas. Isso já é o necessário para a abertura do processo de impeachment. Portanto, esta casa sai hoje engrandecida de um lado porque representa o anseio da população, a vontade da população de mudança efetiva deste governo”, afirmou, desabafando ainda que há um desrespeito no parlamento por parte da base governista quando tentam impedir uma manifestação popular, como o que vem acontecendo com o pedido de impeachment.

“Infelizmente, nós assistimos a esse capítulo de tamanho tão pequeno diante das atribulações e do respeito que esta casa tem que ter entre seus membros, mas principalmente com a população brasileira. Portanto, está aí aberto o processo de impeachment. Está aí a comissão especial basicamente instalada. Está aí o início da discussão que levará, se Deus quiser, o Brasil há dias melhores do que vive hoje. O Brasil está cansado deste governo, cansado das mentiras, das conversas fiadas”.

Para o deputado, o Brasil quer reação, quer ação. Portanto, antes de escolher o voto, o povo brasileiro, que é sábio suas decisões, que acerta, que erra, mas é sábio, busca em seus representantes a solução para seus problemas.

“Que a população não ouça os comandantes partidários, não ouça só aqueles que estão acostumados a mandar no voto alheio sem compreender a responsabilidade e a vontade de cada parlamentar. Ouçam a população brasileira, que tenho certeza que vai às ruas e, aqui conclamo, mais uma vez, vamos às ruas ter comícios como aqueles do “Diretas já”, vamos fazer movimentações bonitas, pacíficas, como as que foram feitas no impeachment do Collor. É isso que esperamos do povo brasileiro e é isso que o povo brasileiro espera de nós”, finalizou. Bisneto assumiu, nesta semana, a liderança da Oposição no lugar de Bruno Araújo, que está ausente do parlamento por compromissos oficiais.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505