10/12/2015 14h44 - Atualizado em 10/12/2015 14h44

Auxiliar de serviços gerais envolvido em homicídio de caseiro é preso

O crime ocorreu no mês de março deste ano, em um sítio.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

Policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) apresentaram na manhã desta quinta-feira, dia 10, durante coletiva de imprensa realizada na sede da especializada, o auxiliar de serviços gerais Jânio da Silva Simões, 26. Ele é apontado como um dos envolvidos no homicídio de um caseiro, identificado, até o momento, apenas como “Miguel”.

De acordo com o titular da DEHS, Ivo Martins, o crime ocorreu em março deste ano, no sítio onde a vítima trabalhava, localizado no quilômetro 21, rodovia BR 174, comunidade Novo Amanhecer, ramal do Pau Rosa, bairro Tarumã-Mirim, zona Oeste da capital.

Segundo o delegado, durante depoimento na especializada, Jânio afirmou que a motivação do crime teria sido por ciúmes da ex-companheira dele com a vítima. O jovem teria contado com a ajuda de José Raimundo de Souza, que na época tinha 27 anos, e um adolescente de 17 anos. Ambos eram irmãos da mulher e eram conhecidos como “Loirinhos”.

Conforme Martins, Jânio, José e o adolescente passaram a observar a rotina de “Miguel” e perceberam que todos os dias, em determinado horário, ele passava pelo mesmo local.

“No dia do crime, os três infratores se armaram com espingardas calibre 28 e esperaram o caseiro. O adolescente efetuou o primeiro disparo e em seguida foi José. No momento em que Jânio iria realizar o terceiro disparo contra a vítima, a arma dele falhou, foi então que pegou um pedaço de pau e desferiu várias pauladas no homem até a morte. Eles o enterraram próximo ao local do fato e queimaram os objetos pessoais dele para que pensassem que o mesmo havia se mudado”, informou Martins.

Segundo informações da equipe que participou das diligências sobre o caso, o adolescente foi apreendido no dia 26 de novembro deste ano, na residência dele, no bairro Novo Aleixo, zona Norte da capital. No dia 30 do mesmo mês, o jovem levou a polícia ao local onde o corpo de “Miguel” estava enterrado.

Na última sexta-feira, dia 4, os policiais prenderam Jânio em cumprimento a mandado expedido pelo juiz de direito do 2º Tribunal de Júri, Anésio Rocha Pinheiro, em uma loja de materiais de construção, onde trabalhava, situada na Avenida Nathan Lemos Xavier de Albuquerque, bairro Novo Aleixo, zona Norte.

Na delegacia, o infrator foi indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Após os procedimentos legais, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O adolescente foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505