03/12/2015 11h05 - Atualizado em 3/12/2015 11h05

‘Práticas pedagógicas no ensino médio’ é tema de exposição promovida por escolas estaduais

O objetivo é destacar iniciativas de impacto pedagógico desenvolvidas em 2015.
Foto: Divulgação/Seduc
Foto: Divulgação/Seduc

Para destacar iniciativas de impacto pedagógico desenvolvidas no ano de 2015 junto a estudantes do ensino médio da rede pública de Manaus, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promoveu nesta semana uma exposição que contou com trabalhos de 15 escolas públicas estaduais instaladas na zona oeste de Manaus.

Com o tema “Interagindo Saberes” e reunindo cerca de 300 participantes, dentre professores e alunos, a exposição denominada “Boas Práticas Pedagógicas do Ensino Médio” foi organizada pela Coordenadoria Distrital de Educação 4 da Seduc e realizada no Centro de Educação de Tempo Integral/Ceti Áurea Pinheiro Braga, localizado na Avenida Brasil, bairro Compensa 3.

As exposições dos projetos desenvolvidas pelas 15 escolas foram realizadas por meio de vídeos, apresentações de cartazes, palestras, maquetes, relatos de experiência e números artísticos envolvendo dança e teatro.

Conforme a coordenadora adjunta pedagógica do ensino médio do Distrito 4/Seduc, professora Maria Neuza Tundis, além de dar evidência aos projetos desenvolvidos, a exposição serviu para proporcionar o intercâmbio de experiência entre as escolas. “É essencial para nós pedagogos e professores poder realizar esse tipo de atividade que serve como um reconhecimento ao trabalho desenvolvido em prol dos estudantes. É igualmente importante por favorecer o intercâmbio de saberes, onde as escolas compartilham entre si as experiências pedagógicas bem sucedidas”, indicou.

Darlan Miranda, 18, estudante do 3º ano do ensino médio na escola estadual Benjamin Magalhães Brandão participou da exposição apresentando, em público, uma aula sobre Meio Ambiente. Para ele, a atividade foi rica por favorecer a troca de ideias entre estudantes e professores de diferentes escolas. “As atividades foram úteis, para que nós, estudantes, aprofundássemos temas trabalhados em sala de aula”, comentou a estudante.

Para Naidilene Doroteu, pedagoga da escola Benjamin Magalhães Brandão, a diversidade de temas e pensamentos, suscitada pela exposição, agrega valor educacional. “Essa interação, não somente entre estudantes e entre professores, mas principalmente entre os saberes de áreas distintas do conhecimento, reflete no aprendizado mais amplo. Quem participou da atividade teve este benefício somado ao seu processo de aprendizagem”, disse a pedagoga.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505