02/12/2015 19h35 - Atualizado em 2/12/2015 19h35

Prefeitura anuncia resultado da primeira chamada do Programa Bolsa Universidade

Foram divulgados os nomes dos 7.383 estudantes aptos a receber o benefício.
Foto: Tácio Melo
Foto: Tácio Melo

A Prefeitura de Manaus anunciou, na tarde desta quarta-feira (2), os nomes dos 7.383 estudantes de baixa renda considerados habilitados a participar do Programa Bolsa Universidade (PBU). A lista dos aprovados foi gerada em solenidade realizada no Palácio Rio Branco, Centro, por meio do sistema de tecnologia da informação desenvolvido pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), órgão que gere os programas municipais de inclusão social e educacional.

A próxima etapa do programa, de acordo com cronograma estabelecido pela Espi, é a fase de recursos, que acontece nos dias 3 e 4 de dezembro. Nesta fase, os candidatos não aprovados poderão questionar sobre os motivos pelos quais não foram aceitos pelo programa. Finalizada esta etapa, a prefeitura passará a receber, entre os dias 9 e 11, os documentos dos estudantes aprovados na primeira chamada do processo. A entrega da documentação prevista em edital deverá ser feita na sede da Escola, à avenida Professor Nilton Lins, 3259, Bloco D, Parque das Laranjeiras.

Foram mais de 35 mil estudantes inscritos no edital 2016/1 do PBU, que ofereceu 8.899 bolsas de estudo dividas nas 12 Instituições de Ensino Superior (IES) que aderiram ao programa: Centro Universitário do Norte (Uninorte), Universidade Nilton Lins, Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro), Faculdade Boas Novas (FBN).

Completam a lista de IES parceiras do Município a Faculdade La Salle, Faculdade do Amazonas (IAES), Ies Materdei, Faculdade Martha Falcão DeVry e a Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB) – unidades Centro e Leste. Lançado no dia 17 de novembro, em edital publicado no Diário Oficial do Município (DOM), o PBU começou a receber as inscrições no dia 18 de novembro, encerrando o processo no dia 29.

Lista em tempo real

A lista completa com os nomes dos estudantes habilitados ao Bolsa Universidade foi gerada em tempo real na solenidade desta quarta-feira. Diante dos presentes, o vereador Wilker Barreto – presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e no ato representando o prefeito Arthur Virgílio Neto – acessou o sistema da prefeitura e deu início ao cruzamento automático dos dados dos estudantes inscritos.

No total, o Portal do Candidato habilitou 7.383 candidatos que estavam dentro dos critérios do programa, entre eles o de renda familiar per capita de até R$ 1.182 (o equivalente a um e meio salário mínimo). Ao fim da solenidade, Wilker destacou que a primeira chamada do Programa Bolsa Universidade vem se consolidando na atual gestão.

“Hoje, nessas mais de 7 mil vagas já classificadas, percebe-se na gestão do prefeito Arthur a consolidação do Bolsa Universidade. Consolidação essa que, em três anos, já ofertou mais de 40 mil vagas com 18 mil estudantes cursando. Só não temos um número maior porque a crise afetou também o ensino e muitos não conseguem nem pagar os 50%”, ressaltou Wilker.

Também presente na solenidade, a primeira-dama do município e secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, afirmou que o programa representa oportunidades para várias famílias. “É uma oportunidade de concretizar sonhos, de ter crescimento, de pensar em uma carreira. Se dá oportunidade às pessoas que têm dificuldades de construir um projeto pessoal. Acho que agora é cada um aproveitar essa oportunidade”, avaliou Goreth.

Entrega de documentos

A diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, lembra que a entrega das documentações começará já na próxima semana. “Já tivemos a alegria de anunciar o primeiro passo que são os contemplados. Mais de 7 mil, e agora vem o segundo passo para que esse processo de efetive. Não basta ser contemplado, ele [o estudante classificado no programa] tem que levar a documentação que consta no edital, para que ele possa assegurar sua vaga”, concluiu Luiza Bessa.

O PBU foi criado pela Lei nº 1.350 de 07 de julho de 2009, regulamentado pelo Decreto nº 0222/2009, e pela Lei nº 1.357 de 08 de julho de 2009, regulamentada pelos Decretos nº 0223/2009 e nº 0731/2011. O programa teve suas diretrizes modificadas pela Lei nº 1.931, de 19 de novembro de 2014, regulamentada pelo Decreto Nº 2.981, de 22 de dezembro de 2014.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505