01/12/2015 15h26 - Atualizado em 1/12/2015 15h26

Proposta de homenagear Jair Bolsonaro na Aleam causa polêmica entre deputados

José Ricardo e Alessandra Campelo são contra a proposta de Platiny Soares.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O deputado José Ricardo Wendling (PT) repudiou e protestou nesta terça-feira (1) a indicação do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) para receber a Ordem do Mérito Legislativo da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por solicitação do deputado estadual Platiny Soares (PV).

Para ele, as ideias defendidas e divulgadas pelo deputado federal Bolsonaro agridem os princípios e valores constitucionais da dignidade da pessoa humana, da promoção do bem de todos sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação, bem como da igualdade constitucional (art. 1o., III/art. 3o. IV/ art. 5o. CF/1988).

Por isso, José Ricardo está sugerindo à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa da Assembleia Legislativa, bem como à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AM), que se manifestem pelo cancelamento da referida homenagem, que deve ser concedida para pessoas pelos relevantes serviços vinculados ao cumprimento do interesse público para o Estado do Amazonas.

“O referido deputado não merece receber tão valorosa honraria. De tal forma, que a condecoração envergonha o Amazonas. Suas atitudes são preconceituosas, machistas e que fazem apologia à violência contra as mulheres e as pessoas homoafetivas, além de ser uma ameaça à democracia e ao Estado Democrático de Direito, pois defende a volta do regime militar em ofensa ao princípio republicano de manifestação do povo”, afirmou José Ricardo.

Um constrangimento para a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Foi assim que a presidente da Comissão da Mulher e vice-líder da oposição no Parlamento, deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB), se manifestou em relação a homenagem ao deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) marcada para o dia 10 de dezembro.

Alessandra considera sem fundamento a propositura do deputado estadual Platiny Soares (PV) que indicou Bolsonaro para receber a Ordem do Mérito Legislativo da Assembleia do Amazonas.
Além de Bolsonaro não ter prestado nenhum serviço relevante ao Estado, a deputada apontou vários motivos pelos quais merece o repúdio da sociedade amazonense, tais como: ele é homofóbico; defende o golpe militar; é misógino (despreza o gênero feminino); declarou que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RJ) porque ela “não merecia”; é contra os direitos humanos; ofende as mulheres e indígenas; é abertamente a favor da tortura.

Alessandra lembrou que o PCdoB é contrário à homenagem e advertiu que diversas entidades e movimentos sociais já avisaram que vão protestar na Assembleia caso seja mantida a proposta de homenagem ao polêmico deputado.

Platiny Soares defende a homenagem
O deputado estadual Platiny Soares (PV) defendeu, durante o Comunicado de Liderança da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta terça-feira (1), a indicação que ele fez para que o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) receba a Comenda do Mérito Legislativo do Amazonas.

O parlamentar argumentou que fez a indicação com base no posicionamento de Bolsonaro no combate ao crime organizado. “Ele é um deputado que se destaca no combate ao crime organizado, interessado na segurança pública, das fronteiras e contra a violência urbana, pois o pai de família hoje se tranca em casa porque a criminalidade impera nas ruas. Destaco a relevância do trabalho do deputado Jair Bolsonaro quando defende a segurança pública”, defendeu.
Platiny lembrou também o posicionamento contrário de Bolsonaro à corrupção, bem como sua reputação ilibada.

O parlamentar ressaltou, ainda, que é contra qualquer tipo de preconceito. “Somos contra qualquer tipo de preconceito ou discriminação de raça, sexo ou orientação sexual”, afirmou, pedindo respeito aos movimentos sociais contrários à indicação feita pelo parlamentar.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505