11/01/2016 11h26 - Atualizado em 11/01/2016 11h26

Deputado defende melhorias no atendimento à saúde mental

Em reunião na semana passada, foram apontadas deficiências no serviço.
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

O deputado Luiz Castro (Rede) acompanhou, semana passada profissionais que atuam na rede de serviço de saúde mental do Amazonas, durante reunião realizada com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza. Na pauta de discussão, foram apontadas as deficiências do serviço e sugeridas melhorias no atendimento aos pacientes com transtorno mental.

O deputado Luiz Castro que desenvolve um trabalho de interação com os psicólogos e organizações vinculadas à luta antimanicomial, destacou a falta de estrutura enfrentada pelos profissionais e pelos pacientes no Hospital Psiquiátrico Eduardo Ribeiro, com a desativação de serviços de atendimento à saúde mental.

Os problemas, segundo a psicóloga Rosângela Aufiero, vêm se agravando em razão da transferência do atendimento psiquiátrico do hospital Eduardo Ribeiro para as policlínicas de Manaus. “Hoje o hospital possui apenas 20 leitos e os pacientes com transtorno mental não estão recebendo o tratamento adequado nas policlínicas”, reclamou.

Rosângela apontou a falta de apoio dos gestores das policlínicas, que em algumas situações demonstram descaso com o atendimento de pacientes mentais, que chegam a ser tratados de forma preconceituosa. De acordo com a psicóloga, somente a Policlínica Codajás está atendendo adequadamente os pacientes.

A falta de um sistema informatizado de controle no fornecimento de medicação, foi outro problema apontado por Rosângela Aufiero.

Representante do Sindicato dos Psicólogos do Amazonas, Alberto Jorge denunciou a precariedade do atendimento no Pronto Socorro 28 de Agosto, onde nos profissionais não tem sequer uma sala para receber os pacientes. “Percebemos que há falta de vontade política e descompromisso com a saúde mental”, criticou.

Compromisso
Um documento com propostas de melhoria no atendimento à saúde mental no Amazonas, foi entregue ao secretário Pedro Elias, que se comprometeu em agendar uma reunião com os gestores das policlínicas. Também ficou acertada uma visita de inspeção ao Hospital Eduardo Ribeiro.
O secretário-adjunto Wagner Wiliam também participou da reunião, além dos psicólogos Gibson dos Santos, Lucimar Diederich e Setenberg Rebelo, do Movimento Nacional de Luta Antimanicomial.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505