15/01/2016 10h36 - Atualizado em 15/01/2016 10h36

Governador garante ao MP-AM que setor de saúde vai melhorar

Dentre as medidas citadas, está a mudança na forma de aquisição de medicamentos.
Foto: MP-AM
Foto: MP-AM

Nesta semana, representantes do Ministério Público do Amazonas se reuniram com o Governador , José Melo, na sede do Governo estadual , para tratar sobre as medidas que o Governo tem tomado para melhorar o atendimento nas unidades de saúde pública do Estado, na capital.

O MP-AM atuou intensamente ao longo de 2015, no sentido de fiscalizar o serviço prestado à população na área da saúde.

Estiveram presentes à reunião o Procurador-Geral de Justiça, por substituição legal, Pedro Bezerra Filho, o Subprocurador-Geral para Assuntos Administrativos, Jefferson Neves de Carvalho, as Promotoras de Justiça Cláudia Câmara e Delisa Olívia, a Procuradora da República Bruna Menezes Gomes da Silva , o Secretário de Saúde do Estado, Pedro Elias e o Secretário estadual de Fazenda, Afonso Lobo.

Durante o encontro, o Governador apresentou à Comitiva algumas ações que foram tomadas para tornar o atendimento ao público mais eficiente.

Dentre as medidas citadas, está a mudança na forma de aquisição de medicamentos. Para as diversas unidades de atendimento da cidade, o Governo vai comprar os produtos de um fornecedor do estado de Goiás, o que deve gerar economia e agilidade na entrega dos pedidos para as unidades hospitalares. A Susam também está revendo contratos com as cooperativas de médicos e enfermeiros no sentido de formatar a prestação do serviço para melhor atender à população.

O Governador José Melo admitiu que enfrenta dificuldades porque o Amazonas perdeu cerca de R$2,2 bilhões de receita no ano passado, mesmo assim, outras medidas consideradas emergenciais já estão em curso.”Estamos colocando dois aceleradores lineares na Fundação Cecon, vamos construir um novo prédio para ampliar a capacidade da unidade e uma Organização Social vai administrar a Fundação para ter uma resolutividade maior, além disso, estamos inaugurando em março o hospital da zona norte, que vai ter mais de 300 leitos, mais de 30 UTI´s, 11 centros cirúrgicos. Vai haver um reequipamento da rede, tudo isso vai dar maior eficiência à rede, à despeito da crise, que, na minha visão, será mais aguda do que foi no ano passado”, afirmou o Governador.

Para o Doutor Pedro Bezerra Filho, o encontro foi positivo pelo fato de o Governador se colocar à disposição para resolver, ou, ao menos diminuir as dificuldades que acontecem na área da saúde.”Percebemos que há boa vontade da parte do executivo em tentar amenizar esses problemas todos, algumas ações tomadas resultarão, a médio e longo prazo, na melhoria do sistema”, destacou.

Para a Promotora de Justiça Cláudia Câmara, que atua especificamente na área da saúde pública, a reunião foi proveitosa porque o Governo acenou com vontade e interesse em resolver as questões que afetam os hospitais e o atendimento aos pacientes na Capital.”O Ministério Público vai continuar acompanhando o desenvolvimento das ações para reestruturar a saúde”, salientou a Promotora.

Fonte: MP-AM

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505